MOBILIZAÇÃO 100% UNICRUZ – Conquistas da Mobilização 100% Unicruz são apresentadas à comunidade

CRUZ ALTA – As conquistas obtidas pela Universidade de Cruz Alta no processo de retomada financeira e institucional, por meio da Mobilização 100% Unicruz, foram destacadas no final da tarde desta sexta-feira (29) em uma reunião conjunta do Conselho Curador e do Conselho Universitário no Salão Nobre. A sessão foi aberta à comunidade local e regional e contou com a participação de lideranças políticas e de representantes de entidades que têm apoiado a Instituição no seu projeto de reestruturação.
Abrindo os trabalhos, a reunião do Conselho Curador, órgão ao qual cabe deliberar sobre diretrizes, metas e também fiscalizar, foi coordenada pelo seu presidente, Elbio Nallen Jorgens, que empossou os novos conselheiros: Airton Donati, Ivo Vanderlei Pereira da Mota e Marcelo Gonçalves Castro. Dando prosseguimento, a reitora e presidente do Conselho Universitário (Consun), o conselho máximo da Instituição, Elizabeth Dorneles, solicitou a leitura da Ata nº 01/2008, que criou a Carta de Intenções Pró-Unicruz – Mobilização 100% Unicruz.

Na sequência, já na segunda parte do Encontro, foram apresentados os resultados e feita uma avaliação da Mobilização 100% Unicruz, que buscou a solução para o endividamento fiscal da Instituição.

A reitora saudou a todos os parceiros, representantes da comunidade regional, presentes no Encontro, e destacou o valor do trabalho de todos pela Universidade. Ela ressaltou a importância de a comunidade ter firmado compromissos em torno da Unicruz e tê-los honrado. A Reitora fez um breve relato de cada um dos compromissos, citando os inúmeros encontros em Brasília, com a adesão de várias lideranças e apoio da comunidade, que resultou na recente Medida Provisória 559, já aprovada pela Câmara dos Deputados e pelo Senado, que prevê a conversão das dívidas fiscais das universidades comunitárias em bolsas de estudo.

Ela agradeceu em especial aos deputados estaduais Luiz Noé, presente ao Encontro, Jerônimo Goergen, Henrique Fontana, Luiz Carlos Heinze e Marisa Formolo, pela articulação na Câmara dos Deputados, além dos senadores Ana Amélia Lemos e Paulo Paim e dos deputados estaduais Pedro Westphalen e Fabiano Pereira. “Foi uma luta política pluripartidária e rendemos tributos a todos”, afirmou.

Inúmeras realizações também foram citadas pela reitora: o processo de aumento da credibilidade institucional junto as suas comunidades; a melhoria da infraestrutura e respectiva adequação das instalações aos aspectos legais; ampliação das condições de qualidade dos cursos; a avaliação positiva para a Instituição manter o status de Universidade; a inserção efetiva na comunidade regional e o trabalho voltado ao desenvolvimento regional; o início do processo de internacionalização; a reativação do Polo Tecnológico; o efetivo ingresso na pós-graduação stricto sensu, com o Mestrado em Desenvolvimento Rural. “Hoje podemos ver tudo o que aconteceu efetivamente e o que vem acontecendo”, destacou.

Na sequência, o presidente da Fundação Unicruz, José Ricardo Libardoni dos Santos, lembrou que a MP recentemente aprovada “é um passo importantíssimo” no enfrentamento de questões pendentes. Hoje a dívida fiscal representa uma grande parcela do passivo da Instituição. Ele também agradeceu o apoio das lideranças políticas, do Ministério Público, e citou avanços. “Entendemos que estamos cumprindo com nosso objetivo, graças ao esforço coletivo. O dia a dia é muito difícil, temos novas cobranças, mas já podemos dizer que já temos condições plenas de dizer que a Unicruz está aí e vai ficar”, enfatizou.

(Assessoria de Imprensa – UNICRUZ)

Compartilhe: