Ministério Público recorre ao STF contra soltura de réus da Boate Kiss

Postado em 04 agosto 2022 09:06 por jeacontece
15.292.411/0001-75

O Ministério Público do Rio Grande do Sul (MPRS) anunciou que vai recorrer da decisão, tomada pela 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, que decidiu, nesta quarta-feira, anular o júri que considerou Elissandro Spohr, Mauro Hoffmann, Marcelo de Jesus do Santos e Luciano Bonilha Leão culpados pela tragédia da Boate Kiss, que matou 242 pessoas e feriu mais de 630, em Santa Maria, em janeiro de 2013.

O MPRS encaminhou, na noite desta quarta-feira (3), uma petição solicitando a revogação da soltura dos quatro réus pelo incêndio da Boate Kiss ao ministro Luiz Fux, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF).

O subprocurador-geral de Justiça para Assuntos Institucionais do MPRS, Júlio César de Melo, lamentou a decisão, e classificou o desfecho desta tarde como um duro golpe para as famílias das vítimas.

No documento, assinado pelo procurador-geral de Justiça Marcelo Lemos Dornelles, o órgão aponta que a soltura dos réus pode representar “abalo à confiança da população nas instituições públicas”, bem como ao “necessário senso coletivo de cumprimento da lei e de ordenação social”.

Postado em 04 agosto 2022 09:06 por jeacontece
15.292.411/0001-75

NOTÍCIAS RELACIONADAS


TAPERA TEMPO

Desenvolvido com 💜 por Life is a Loop