Me chamo Zeferina Boff

Postado em 03 agosto 2012 09:14 por jeacontece
15.292.411/0001-75

Com 100 anos de idade, resido em Tapera. Nasci em Garibaldi, no dia 09 de março de 1912, e completei meus 100 anos com alegria, muito trabalho e sacríficios. Gerei sete filhos sendo que faleceram duas meninas: uma (Lorita) com 8 anos de idade e outra (Loiva) com seis meses de idade. Os outros cinco filhos: Zaida, Ledani, Lili, Luiz e Vitor, residem nas cidades de Santo Ângelo (dois), Porto Alegre (dois) e Tapera (um).

Casei com Olindo Boff (in memória), natural de Caxias do Sul, que trabalhou durante 52 anos no Curtume Mombelli como técnico em química industrial (tocava por ouvido), onde ajudou a construir os primeiros galpões para o funcionamento da empresa da qual se tornou sócio. Patrocinou a formação educacional de seus filhos em colégios fora de Tapera, por que na época só existia a escola primaria. Graduou um contabilista, uma professora, uma advogada e dois médicos, com o suor do seu trabalho humilde, e, por amor a seus filhos.

Eu, Zeferina, até hoje, dona de casa e abnegada trabalhadora, mantenho eventualmente, traços de lembranças do passado. Ainda canto o Massolin de Fiori com o Luiz Renato e quando ele esquece da letra do Hino Nacional, digo: “Esqueceu?”

A medicina me manteve viva e bem lucida até os 95 anos, com a graça dos médicos e de Deus; mas a memória me trai e por mais que me esforce e a capacidade de reconhecimento das pessoas, às vezes me foge.

Sei que contabilizei, na soma total: 07 filhos, 17 netos e 12 bisnetos.

Quero agradecer à toda comunidade taperense e as pessoas mais próximas que me ajudam a manter o meu bem querer desta querida cidade de Tapera.

Como veem, meu marido e eu ajudamos a construir esta pequena cidade e queremos que Tapera continue a ser terra hospitaleira e com gente simples e que eu sempre amei, desde guria.

Vó Zefa

Postado em 03 agosto 2012 09:14 por jeacontece
15.292.411/0001-75

NOTÍCIAS RELACIONADAS


Desenvolvido com 💜 por Life is a Loop