Mais de 400 produtores no Dia de Campo da Cooperativa

Na última segunda-feira (19), na área experimental da Cotriel, em Espumoso, a Cooperativa em parceria com as empresas Monsanto, Brasmax, Igra, Nidera, Syngenta, Embrapa Trigo e Fundacep, realizou seu Dia de Campo. Mais de 400 produtores de toda sua área de abrangência se fizeram presentes, superando as expectativas e confirmando a meta de difundir novas tecnologias. Os assuntos tratados foram o manejo de glifosato, seis estações com as empresas parceiras, com 31 diferentes materiais de soja, desde os já comercializados até novas cultivares; avaliação de 15 tipos de bioestimuladores, que são produtos enraizantes de plantas, que terão os resultados divulgados após a colheita dos materiais e apresentado um balanço do serviço de agricultura de precisão prestado pela Cotriel.

Agricultura de precisão amplia área de atuação

O responsável pela agricultura de precisão na Cotriel – AP COTRIEL, Vilmar Stefanello, apresentou na ocasião um relatório das atividades deste setor. Em 2008, quando iniciou as atividades, AP Cotriel abrangia uma área de 800 hectares. Atualmente, são mais de 11 mil hectares, sendo que o setor conta com três caminhões, dois quadriciclos, responsáveis pela coleta das amostras; e três técnicos agrícolas diretamente envolvidos no processo, que fazem a elaboração e interpretação dos mapas de coleta e fertilidade, bem como as taxas de aplicação de fertilizantes. Segundo Vilmar, a Agricultura de Precisão é uma ferramenta muito importante nos dias de hoje para aumentar a produtividade das lavouras, bem como o uso racional de insumos como fertilizantes nas áreas. “A tendência é que cada vez mais a área coletada pela Cooperativa cresça, e a formação de áreas demonstrativas no processo culminarão com maior interesse e procura pelo serviço prestado aos demais produtores”, ressaltou.

 

 

 

 

 

 

Uso de bioestimulantes na cultura da soja

O técnico agrícola, responsável pelas três áreas experimentais da Cotriel – Espumoso, Pontão do Butiá e Estrela Velha – Jéferson Antônio de Campos, apresentou no Dia de Campo o uso de bioestimulantes na cultura da soja. Foi demonstrado um ensaio com 15 diferentes tratamentos de sementes, com produtos comerciais e pré-lançamentos. Jéferson revelou que as análises constataram diferenças como melhor enraizamento, maior massa verde em alguns tratamentos, mais engalhamento e número de vagens. “A próxima avaliação será o resultado de colheita. Hoje, existe uma gama muito grande de produtos no mercado. Assim, o Detec Cotriel sentindo a necessidade de levar informação com qualidade ao produtor, fez este ensaio, para que se desmistificassem alguns pontos que envolvem estes produtos. Somente a repetição no decorrer dos anos validará as informações obtidas e certificará se estes produtos entregam mais produtividade ao produtor”, finalizou.

 

 

 

 

 

 

(Assessoria de Imprensa da Cotriel)

Compartilhe: