Maior parte do trigo gaúcho é de qualidade “ruim”

De acordo com informações da Consultoria Trigo & Farinhas, a maior parte da safra de trigo 2015/16 no Rio Grande do Sul é “extremamente ruim (W baixo, FN baixo e cor escura), muito ruim (W médio FN médio e cor média) e ruim (W alto, FN médio e cor média ou PH baixo, cor clara, W alto, FN baixo)”.

“A pedida dos vendedores é de R$ 700,00/t FOB, mas os moinhos querem pagar no máximo R$ 680,00/t CIF, eventualmente R$ 700,00/t CIF. O mercado está descolado, devido à qualidade. Considerando a qualidade, os preços pedidos pelos vendedores estão caros. Muitos trigos desta safra nem servem para produzir farinha (pelo FN): servem no máximo para fazer cola ou ração para peixe (mercados pequenos)”, explica a T&F.

De acordo com o analista sênior da Consultoria, Luiz Carlos Pacheco, “um ou outro lote esporádico de trigo pão eventualmente é encontrado e o vendedor pede R$ 720,00/FOB. Mais raro ainda é se encontrar trigo melhorador (marfim), pelo qual os vendedores pedem R$ 850,00.

(Agrolink)

Compartilhe: