Mãe de vítima da Kiss chega ao julgamento e pede justiça

Postado em 01 dezembro 2021 15:02 por jeacontece
15.292.411/0001-75

Começa nesta quarta-feira, 01, em Porto Alegre, o julgamento dos réus do processo criminal referente a uma das maiores tragédias do país. Quase nove anos depois do incêndio que matou 242 pessoas e feriu mais de 630, em Santa Maria, na região Central do Rio Grande do Sul, os quatro réus vão a júri popular, em um processo que deve se estender até a metade de dezembro, tornando-se o mais longo da história do Poder Judiciário do Rio Grande do Sul.

A senhora Sueli, mãe de Natasha, uma das vítimas da tragédia chegou ao local do julgamento muita emocionada. Ela pediu justiça para o fato.

Sua filha Natascha Oliveira Urquiza tinha 20 anos e era natural de Uruguaiana. Estudava Ciências Econômicas na Universidade Federal de Santa Maria.

As Rádios Planalto acompanham todos os detalhes da movimentação no júri com os repórteres Cristian Queiroz, Rodrigo Oliveira e Gabriela Soldá.

Elissandro Callegaro Spohr, Mauro Londero Hoffmann, Marcelo de Jesus dos Santos e Luciano Bonilha Leão foram acusados pelo Ministério Público como os responsáveis pela tragédia na boate, ocorrida em 27 de janeiro de 2013. Os quatro respondem por homicídio simples (242 vezes consumados, pelo número de mortes; e 636 vezes tentados, pelo número de vítimas com lesões).

A partir das 9h, o juiz presidente do Tribunal do Júri, Orlando Faccini Neto, vai analisar pedidos formulados pelas partes e, em seguida, realizar o sorteio dos sete jurados que vão compor o Conselho de Sentença.

Planalto News

Postado em 01 dezembro 2021 15:02 por jeacontece
15.292.411/0001-75

NOTÍCIAS RELACIONADAS


TAPERA TEMPO

Desenvolvido com 💜 por Life is a Loop