Laboratórios vão testar remédios para prevenir Alzheimer

Remédios experimentais dos laboratórios Roche e Eli Lilly foram escolhidos para um importante teste clínico sobre sua capacidade de prevenir o mal de Alzheimer em pacientes sob risco. O teste deve começar no começo do ano que vem, envolvendo 160 pacientes no mundo todo. Todos eles têm mutações genéticas que costumam levar ao aparecimento de sintomas do Alzheimer antes dos 40 anos, disse a Universidade de Washington, em St. Louis, ao anunciar nesta quarta-feira a escolha dos medicamentos.

Pesquisas com medicamentos na última década fracassaram em conter o avanço da demência em vítimas do Alzheimer. A esperança é deter os sintomas em pacientes altamente pré-dispostos e, posteriormente, ampliar isso para a população em geral.

Três remédios serão testados. Cerca de metade dos pacientes envolvidos não deve ter sintomas do Alzheimer, e a outra metade deve ter sintomas leves. Estima-se que 36 milhões de pessoas no mundo tenham o mal de Alzheimer, que é a forma mais comum de demência.

Reuters

Compartilhe: