IBIRUBÁ – Atos de vandalismo depredam placas de sinalização na cidade

No trajeto, que vai da Rua Firmino de Paula, na altura do Colégio Sinodal, em direção e até os altos do bairro Floresta, 29 placas de sinalização de trânsito e de identificação de ruas foram depredadas na noite de 10/11.

O Departamento de Trânsito do município comunicou a Delegacia de Polícia e a Brigada Militar, que fez o Boletim de Ocorrência para abrir inquérito investigativo. A depredação destruiu parcial ou totalmente as placas instaladas nas Ruas Firmino de Paula, Júlio Rosa, Três de Outubro, Carlos Soares, Rui Barbosa, Nádia Cristina Vasconcelos e Bruno Hallwas.

Segundo o diretor de Trânsito do município Luciano Ribas, os atos de vandalismo são considerados crimes, respondendo os autores pelas penas impostas na lei para os danos causados ao patrimônio público e privado, além das penas previstas para os crimes relativos à violência. “Além disto, o vândalo poderá também ser responsabilizado civilmente, ou seja, pagando a conta dos prejuízos causados”, alertou Luciano.

A par da situação, imediatamente o Departamento recolheu todas as placas danificadas e já as encaminhou para o conserto. “As que puderem ser restauradas, receberão uma reforma. As hastes de ferro que suportam as placas serão soldadas”, informou o agente de Trânsito Marcos Pereira.

O Município terá que arcar com o ônus dos atos de vandalismo ao patrimônio público ao consertar as que foram depredadas e ao adquirir novas para substituir as que ficaram inutilizadas. “Além de todo prejuízo financeiro e do retrabalho dos servidores, a comunidade fica desguarnecida da sinalização de trânsito, até que ela seja restaurada, ficando sujeita a ocorrência de acidentes”, alertou Pereira.

(Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Ibirubá)

Compartilhe: