Homem é condenado por molestar filha de dez anos dentro de ônibus em Lajeado

Pena de seis anos e três meses em regime semiaberto

A 7ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJRS) condenou, por unanimidade, um homem acusado de molestar a própria filha, de 10 anos, no interior de um ônibus em Lajeado, no Vale do Taquari. Ele vai cumprir pena de seis anos e três meses de reclusão em regime semiaberto.

Ambos seguiam para a casa da avó da menina. Conforme a denúncia oferecida pelo Ministério Público, o réu tocou nas partes íntimas da criança e os apelos dela para o homem parar foram ouvidos pela passageira do banco da frente. Além dela, uma outra usuária do ônibus flagrou a situação. Os fiscais foram chamados e pediram para o acusado cessar as investidas por cinco vezes, antes de o homem ser preso em flagrante.

Condenado em 1º grau, o réu recorreu ao Tribunal de Justiça alegando falta de provas e que a filha chorou porque, além de embriagado, ele insistia em seguir tomando cerveja.

(Correio do Povo)

Compartilhe: