Granizo atinge 45 cidades e causa danos no Norte do RS

Nonoai foi a localidade mais afetada, com 2 mil residências danificadas

Ao menos 45 cidades do Rio Grande do Sul registraram chuva de granizo entre a noite de sexta-feira e a madrugada deste sábado, conforme levantamento da MetSul Meteorologia e do Correio do Povo. O fenômeno ocorreu em função das nuvens de grande desenvolvimento vertical sob uma atmosfera quente e úmida com altas taxas de instabilidade. Precipitação mais forte causou danos aos telhados de moradores de ao menos seis municípios.

Uma das cidades mais afetadas foi Nonoai, na região da Zona da Produção. A prefeitura estima que cerca de 80% das casas do município, num total de 2 mil construções, foram danificadas pelas pedras de gelo. O prefeito João Vianei Rubin (PP) sinalizou que deve assinar o decreto de situação de emergência, já que não há lonas e telhas suficientes para atender a população.

Em Gentil, no Noroeste do Estado, 350 residências da zona urbana ficaram danificadas. Na zona rural também foram registrados destelhamentos, de acordo com o secretário de Administração, Renato Alessi. Planalto teve 300 moradias afetadas.

Já em Santo Antônio da Palma, município que fica ao lado de Gentil, o trabalho das equipes de emergência avançou plea madrugada de domingo, com 500 casas atingidas. Segundo o prefeito Gerson Luiz Richato, o granizo trouxe danos ainda incalculáveis. “A zona rural foi a área mais afetada. Estamos distribuindo lonas e prestando auxílio às famílias. Infelizmente, muitas não querem deixar as suas residências”, explicou o prefeito. A Defesa Civil Estadual informou que o município de Barracão também registrou prejuízos em 50 casas e Lajeado do Bugre em 80 residências.

Em Santa Catarina, também houve o fênomeno. Cidades e zonas rurais do Extremo Oeste do estado vizinho, em municípios como Campo Erê, Palma Sola, Saltinho e Santa Terezinha do Progresso foram atingidas. Casas foram danificadas por pedras de até 250 gramas. Em Saltinho, o prefeito disse que deve decretar situação de emergência.

Em Campo Erê, conforme a MetSul, em duas comunidades o granizo destruiu telhados de casas, barracões e lavouras. Em Guaraciaba, bombeiros atenderam mais de 60 propriedades rurais atingidas pelo gelo. Conforme os bombeiros, as pedras eram de aproximadamente do tamanho de um ovo de galinha ou até mesmo de uma laranja.

Confira a lista de municípios que registraram granizo (apurado pela MetSul e Correio do Povo):

Ametista do Sul
Barracão
Coronel Bicaco
Cacequi
Casca
Caseiros
Crissiumal
Cruz Alta
Derrubadas
Frederico Westphalen
Flores da Cunha
Gentil
Horizontina
Ibirubá
Ijuí
Independência
Itaqui
Lajeado do Bugre
Não-Me-Toque
Nova Araçá
Nova Prata
Nonoai
Panambi
Passo Fundo
Parobé
Pejuçara
Planalto
Porto Xavier
Ronda Alta
Saldanha Marinho
Santa Bárbara do Sul
Santa Rosa
Santo Ângelo
Santo Antônio das Missões
Santo Antônio do Palma
São Borja
São Domingos do Sul
São João da Urtiga
São Luiz Gonzaga
São Pedro do Butiá
Sobradinho
Tenente Portela
Torres
Vacaria
Vista Gaúcha

(Correio do Povo)

Compartilhe: