Frente Nacional dos Prefeitos propõe criação do “Mais Dentistas”

Segundo Fortunati, entidades representativas são a favor do programa

Após a implantação do programa “Mais Médicos” do governo federal, o prefeito de Porto Alegre e também presidente da Frente Nacional de Prefeitos, José Fortunati (PDT), propôs a criação do “Mais Dentistas”. O projeto foi apresentado em reunião em Brasília nessa quinta-feira, onde estava presente o ministro da Saúde, Alexandre Padilha.

Segundo ele, diferentemente da classe médica, as entidades que representam os odontólogos apoiariam uma iniciativa relacionada à sua profissão. “E é importante destacar: enquanto que no Mais Médicos as entidades fazem o possível para ir contra, as entidades que representam os dentistas ao contrário, querem o Mais Dentistas. Foi através do com o Conselho Regional de Odontologia, que surgiu a ideia que apresentei”, detalhou Fortunati em entrevista à Rádio Guaíba nesta sexta-feira.

O problema para as prefeituras, entretanto, seria arcar com as contratações. “As prefeituras municipais, pela questão das dificuldades financeiras e orçamentárias, não têm condições de contratar, além dos médicos, dentistas. Por isso a gente propôs de que, a exemplo do Mais Médicos, nós possamos ter mais dentistas contratados pelo governo federal”, explicou. “E com a certeza de que não será necessário importar dentistas estrangeiros, porque teremos dentistas aderindo ao programa em números suficientes”, sustentou.

Fortunati afirmou que o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, que estava presente na reunião, recebeu a proposta “com muita simpatia”. “Naturalmente é preciso fazer estudos, tem desembolso financeiro, orçamentário, e não depende somente do Ministério da Saúde. Mas entre receber com simpatia e traduzir isso na vida real, a gente sabe que nem sempre é tão rápido”, ponderou.

(Correio do Povo)

Compartilhe: