Fóssil descoberto em Agudo pode ser sétima espécie de dinossauro do Estado

O fóssil de um dinossauro descoberto na localidade de Linha das Flores, cerca de 8 km do centro de Agudo, na Região Central, pode ser a sétima espécie identificada no Rio Grande do Sul. O animal teria vivido no final do período Triássico, há 225 milhões de anos. As ossadas foram encontradas em novembro e devem ser coletadas para pesquisas em breve.

O material completo reúne pelo menos três animais no bloco de coleta, um deles com o crânio em ótimo estado de conservação. O grupo de pesquisa da Universidade Federal do Pampa (Unipampa) tomou conhecimento das ossadas a partir de um agricultor que encontrou parte dos ossos aflorando
na superfície do campo de sua propriedade.

O paleontólogo Sérgio Dias da Silva, professor da Unipampa em São Gabriel, afirma que é cedo para confirmar que se trata da sétima espécie descoberta no Estado, a terceira em Agudo.

_ Ele apresenta características no osso do crânio que podem apontar, ou não, uma nova espécie. Além disso, o material é muito raro, já que pelo menos três animais foram encontrados juntos, e a gente acredita que possam ter mais _ afirma o paleontólogo.

Clicrbs

Compartilhe: