Fórum Empresarial do Mercosul reunirá sugestões para facilitar comércio na região

Evento simultâneo à Cúpula de Chefes de Estado doMercosul, que começa nesta sexta-feira (7), o Fórum Empresarial deve reunir cerca de 500 empresários sul-americanos, que vão levantar sugestões do diversos setores da economia da região para incentivar comércio e o desenvolvimento econômico da região. A principal demanda é implementar ações que facilitem o comércio na área do bloco.

“Estamos abrindo para o diálogo entre empresários e entre empresários e o setor público. Precisamos ouvir, para levantar as percepções, e elaborar medidas, para capturar decisões”, disse o chefe do Departamento Comercial do Ministério das Relações Exteriores, Rubens Gama.

As discussões do Fórum Empresarial vão se concentrar em quatro eixos: agronegócio, energia (com foco em petróleo e gás), inovação e infraestrutura e logística. A disposição é buscar investimentos recíprocos e incentivos ao comércio tanto interno do bloco quanto com outras regiões, como a União Europeia, a China e os Estados Unidos.

Sem entrar em detalhes, o subsecretário de América do Sul, Central e Caribe do Ministério das Relações Exteriores, Antonio José Ferreira Simões, informou que também estão em curso negociações com aÍndia e que, com os europeus, há chance de evolução positiva em 2013.

Os temas serão tratados em painéis separados, cada um deles com um moderador e quatro debatedores. As questões relativas às pequena se médias empresas e à integração produtiva serão tratadas em todos os painéis. Os debates ocorrerão no Royal Tulip Brasília Alvorada.

Paralelamente, os empresários poderão se reunir e até fechar negócios, no foyer do hotel, no qual ocorrem os painéis. Também estarão disponíveis para os participantes salas de reuniões. No mesmo dia, a presidente Dilma Rousseff reúne-se em Brasília com os presidentes Cristina Kirchner, da Argentina, e José Pepe Mujica, do Uruguai, na Cúpula dos Chefes de Estado do Mercosul. Ainda não foi confirmada a presença do presidente da Venezuela, Hugo Chávez.

O Mercosul é formado pelo Brasil, pela Argentina, pelo Uruguai, pela Venezuela e pelo Paraguai — que está suspenso do bloco até abril de 2013. O Chile, o Equador, a Colômbia, o Peru e a Bolívia estão no grupo como países associados. Há ainda membros observadores: o México e a Nova Zelândia.

Com a Venezuela, o Mercosul reúne 270 milhões de pessoas, o equivalente a 70% da população da América do Sul, cujo Produto Interno Bruto (PIB) gira em torno de US$ 3,3 trilhões, aproximadamente 83,2% do PIB sul-americano, em um território de 12,7 milhões de quilômetros quadrados ou 72% da região.

Agência Brasil

Compartilhe: