Fifa anuncia uso de tecnologia para linha do gol

A Fifa confirmou nesta quinta-feira que a tecnologia poderá ser utilizada pela arbitragem para conferir se a bola ultrapassou a linha do gol durante as partidas de futebol.

A decisão já era esperada, mesmo porque a utilização de um sistema para esclarecer dúvidas desse tipo havia sido classificado como “necessidade” pelo presidente da Fifa, Joseph Blatter, durante a Eurocopa de 2012. O mandatário deu essa declaração após a Ucrânia não ter um gol legítimo validado pelo juiz e ser derrotada por 1 a 0 pela rival Inglaterra, pela primeira fase da competição.
Nesta quinta, a International Board, órgão responsável pelas regras do futebol, realizou uma reunião em Zurique, na Fifa, sob a presidência de Blatter. No encontro, foram aprovados por unanimidade ambos os sistemas analisados para a linha fatal: o hawk-eye (“olho de falcão”), já utilizado no tênis, com diferentes câmeras localizadas por volta da área de jogo que refazem a trajetória da bola; e o GoalRef, que utiliza um chip colocado na bola, ativado por sensores instalados na linha do gol.

Conforme explicou a Fifa, o aval está submetido ainda a um teste de instalação final em cada estádio antes que os sistemas sejam usados em partidas “reais” de futebol. A International Board ainda destaca que “a tecnologia somente será utilizada para a linha do gol e não para as outras áreas do jogo”.

A entidade informou que a decisão terá efeito imediato. A aprovação veio depois de um processo de testes dessa tecnologia que durou nove meses. Membros do órgão concederão uma entrevista dando mais detalhes sobre o assunto ainda nesta quinta.

Terra

Compartilhe: