FGFS mantém suspensa as Quartas de Final da Série Ouro

A partida entre Assaf e ALAF não se realizou o que poderá resultar em WO

Na última quinta-feira (03/07), a Federação Gaúcha de Futsal (FGFS) enviou nota oficial aos clubes, confirmando a suspensão dos confrontos das Quartas de Final da Série Ouro. Com a suspensão, os confrontos entre ACBF e ASTF, Assoeva e ADS e Atlântico e AGSL, que deveriam ter acontecido nos dias 02 (ida) e 05 (volta) de julho, permanecem com as datas indefinidas.

O Estadual está paralisado por determinação do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) e, tão logo saia uma decisão sua, a FGFS apontará os confrontos e as datas dos jogos.

DESISTÊNCIA – Assaf e ALAF, que poderiam jogar uma vez que a mudança na tabela não afetaria as suas colocações, não jogaram no sábado (05/07), a partida da volta das Quartas de Final. O time de Santa Cruz do Sul enviou correspondência à FGFS, na sexta-feira (04/07), comunicando-a de que não iria a Lajeado enfrentar a ALAF devido à paralisação do Campeonato no caso Atlântico. A ALAF disse que iria para o jogo enfrentar a Assaf. A FGFS, por sua vez, disse que se a Assaf não jogasse poderia perder a partida por WO, o que a deixaria de fora da 3ª fase, a Semifinal.

No jogo da ida, realizado no dia 02 (quarta-feira), em Santa Cruz do Sul, a ALAF venceu a Assaf por 2 a 1, fora de casa.

Entendendo o caso

A suspensão dos jogos da Série Ouro ocorreu após o Atlântico entrar com recurso voluntário no STJD. O time de Erechim foi penalizado em 24 de junho, pelo Tribunal de Justiça Desportiva (TJD), com a perda de 06 pontos, por escalação irregular de um atleta. Com a subtração, o Atlântico deixa de ser líder do Estadual para ocupar a 3ª colocação. ACBF e Assoeva, que ocupavam o 2º e 3º lugares, respectivamente, passaram a líder e vice-líder da competição.

Compartilhe: