Festejos da Semana Farroupilha abrem com acendimento da chama

NÃO ME TOQUE – Acendimento da chama, celebração de culto crioulo e café de chaleira marcam o início da programação da Semana Farroupilha em Não-Me-Toque, que termina no dia 23 de setembro com desfile focado no tema Nossas Raízes.

Uma homenagem ao ex-patrão do CTG Galpão Amigo, Luiz Carlos Battistella, morto em 2008 aos 48 anos, marcou a abertura das comemorações na sexta-feira (14). A chama crioula foi acesa no seu túmulo, no cemitério Martin Luther, em Não-Me-Toque, na presença da viúva, Lizelote Krüger Battistella, do filho Rodrigo Battistella, do pai, Roberto Battistella, autoridades e patronagem do CTG Galpão Amigo, que realiza a Semana Farroupilha junto com a Secretaria Municipal da Educação, com apoio da Brigada Militar. A chama seguiu escoltada por um grupo de cavalarianos até a sede do CTG, onde ocorreram as homenagens ao ex-patrão.

O Culto Crioulo, celebrado pelo frei franciscano Rodrigo Cichowicz, pelos pastores luteranos Alex Zimermann e Fábio Staggemeier, reuniu grande número de tradicionalistas e pessoas da comunidade. O grupo de violão e instrumental da Escola Sinodal Sete de Setembro, com 25 integrantes, animou a celebração, cuja liturgia emprega termos gauchescos. Esta celebração é tradicional no CTG Galpão Amigo e uma atividades muito prestigiada.

No galpão da praça, o CTG promove o café de chaleira diariamente, com apoio de entidades e instituições financeiras, a partir das 6h. às 8h, todos os dias, ocorre o hasteamento das bandeiras, canto dos hinos Nacional e Rio-Grandense e apresentações artísticas.

Os jantares típicos e fandango também são atrações da semana. No sábado (15), tem costelão, na quarta-feira (19), matambre e na sexta-feira (21) vaca atolada. A programação vai até domingo, dia 23, com o Desfile Farroupilha.

Texto e Fotos: Helaine Gnoatto Zart / AFOLHA

Compartilhe: