Fenômeno forma arco-íris ao redor do Sol na Fronteira Oeste

Um detalhe diferente no céu de Santana do Livramento, na Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul, chamou a atenção dos moradores da cidade no início da tarde desta quarta-feira. Um arco-íris se formou ao redor do Sol. Segundo a MetSul Meteorologia, o fenômeno ótico conhecido como halo é formado pelo reflexo da luz do Sol em cristais de gelo.

Assim como a atmosfera tem ficado muito seca no Estado durante o dia, com baixos níveis de umidade e temperaturas altas, à noite ocorre um resfriamento maior. Isso facilita a formação de cristais de gelo nas nuvens. A incidência deles, tanto sobre o Sol quanto sobre a Lua, proporciona a ocorrência do fenômeno. “Isso quer dizer que estamos com uma condição meteorológica parecida com o deserto – durante o dia esquenta muito enquanto que a noite o resfriamento é mais forte. Com isso a atmosfera está mais fria e forma os cristais de gelo, as nuvens cirrus. Os raios solares em contato com os cristais de gelo geram esse efeito”, detalha a meteorologista Estael Sias. “A refração proporciona que a luz seja dispersada e sejam observadas as cores que integram o feixe de luz assim como um arco-íris”, completa.

Ainda de acordo com a meteorologista, cs cristais de gelo normalmente se formam em nuvens muito altas, na parte mais alta da troposfera.

Correio do Povo

Compartilhe: