Expodireto 2016 – Fórum Bioenergias debate alternativas energéticas

Postado em 11 março 2016 10:03 por jeacontece
15.292.411/0001-75

Recente pesquisa realizada pela Emater/RS-Ascar apontou que no Rio Grande do Sul mais de 250 mil propriedades rurais têm carência energética. E com o objetivo de apresentar alternativas, que minimizem fatores como este, foi realizada a 5º edição do Fórum Bioenergias, nesta quarta-feira (09/03), na Expodireto-Cotrijal, em Não-Me-Toque. O evento contou com a presença do secretário de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo, Tarcisio Minetto, do presidente da Emater/RS, Clair Kunh, além de técnicos, pesquisadores e produtores.

Entre as possibilidades abordadas pelos especialistas estavam o etanol, o biogás e a energia solar. O engenheiro agrônomo da Emater/RS-Ascar, Valdir Zonin, destacou que o etanol polui 40 vezes menos que os derivados de petróleo. “Hoje, o RS consome 1,6 bilhões de litros por ano e importa 99,7% desse total. E temos uma ociosidade agrícola no inverno entre 3 e 4 milhões de hectares que poderiam ser usados com culturas para esse fim”, avaliou Zonin.

Com relação à produção de biogás, o coordenador de Cooperativismo da SDR, Lino Hamann, e o gerente adjunto da região administrativa de Passo Fundo da Emater/RS-Ascar, Cláudio Doro, lembraram que é obrigação legal o tratamento de dejetos nas propriedades rurais e que os biodigestores são os equipamentos para este fim. A Emater/RS-Ascar desenvolve ações sobre o tema desde a década de 1980 quando começaram a ser construídos os primeiros biodigestores no Estado. “Os biodigestores geram renda e colaboram com a diminuição do aquecimento global. Além disso, o produtor pode utilizar o resíduo como fertilizante nas lavouras”, disse Doro.

A utilização do sol como fonte de energia foi apresentada por Ezequiel Rosvadoski, da ESB Solar. Segundo ele a energia gerada por células fotovoltaicas vem para suprir muitas das necessidades apresentadas nas propriedades rurais. “Já é possível gerar energia em um determinado local, gerando crédito para ser consumido em outro ponto. Em muitos casos é possível zerar a conta de luz de uma casa”.

(Raquel Aguiar – Assessoria de Imprensa da Emater/RS-Ascar)

Postado em 11 março 2016 10:03 por jeacontece
15.292.411/0001-75

NOTÍCIAS RELACIONADAS


Desenvolvido com 💜 por Life is a Loop