Executivo compara inteligência artificial ao demônio

Você pode achar interessante o funcionamento de assistentes pessoais como Siri, Google Now e Cortana, ou então de sites como o próprio Google e o Facebook, mas nem todo mundo está contente com o crescimento da inteligência artificial. Na verdade, há quem teme a ascensão da AI como se ela fosse a pior ameaça à existência humana.

Essa é a opinião de um nome forte do mercado. Elon Musk, CEO da Tesla e cofundador de empresas como SpaceX e PayPal, concedeu uma entrevista ao MIT no fim de semana na qual declarou, com todas as letras, que “com inteligência artificial nós estamos convocando o demônio”.

“Você conhece aquelas histórias em que há um garoto com o pentagrama e água benta e que acredita que pode controlar o demônio? [Isso] não funciona”, disse Musk.

Segundo ele, o ideal seria a criação de uma regulação nacional ou mesmo em nível internacional sobre o uso de inteligência artificial. “Só para termos certeza de que não faremos algo muito tolo.”

(TechCrunch)

Compartilhe: