(Espumoso) – Cotriel realiza palestras sobre qualidade física e química dos fertilizantes e aplicações para a cultura da soja

Atendendo convite do Departamento Técnico da Cooperativa, no último dia 22, na Sala de Reuniões da Cotriel, as empresas Bunge e Basf realizaram palestras para cerca de 40 agricultores da região de Espumoso. A primeira foi sobre “Qualidade física e química dos fertilizantes”, tema explanado pelo supervisor comercial da Bunge, engenheiro agrônomo Márcio Bodanese, que esclareceu o que é o “enchimento” e como ele impacta no custo dos fertilizantes e salientou a importância de se conhecer o que está por trás da etiqueta do adubo, pois não basta ver apenas a fórmula e não entender o processo de fabricação deste insumo. “Como produtora de superfosfato simples, a Bunge fecha todas as suas fórmulas com essa matéria-prima e não utiliza nenhuma forma de enchimento, levando cálcio e enxofre para as plantas, macronutrientes essenciais para as culturas e que custam bem mais barato do que ter de buscar outras fontes para complementar a nutrição das mesmas”, salientou.

Logo após, Nara Lúcia de Moraes, da área de desenvolvimento técnico de mercado da Basf, falou sobre o sistema “Agcelence Soja” e sobre o manejo de doenças e pragas para alta produtividade. Ela explicou que, apesar de não chover há alguns dias, não quer dizer que a cultura esteja enfrentando estiagem e que devido ao tempo seco as doenças e pragas tenham parado, devendo o combate às enfermidades e doenças ser contínuo: “Se há mais de 15 dias a planta recebeu a última aplicação de fungicida, temos de fazer a próxima, pois os agentes causadores não pararam de agir, pois além da temperatura o orvalho é outro aspecto que causa pragas e doenças como o oídio e que podem causar alguns prejuízos”, salientou.

(Assessoria de Imprensa – Cotriel)

Compartilhe: