ERNESTINA – Força tarefa busca solução para os pneus depositados irregularmente no Município

Postado em 16 fevereiro 2016 10:03 por jeacontece
15.292.411/0001-75

Em uma nova tentativa de encontrar uma solução adequada para os mais de 30 mil pneus depositados clandestinamente em uma propriedade particular no interior do município de Ernestina, o Ministério Público de Passo Fundo recebeu nesta manhã, segunda-feira (15), representantes da Prefeitura de Ernestina, 3º Batalhão Ambiental da Brigada Militar, Coordenadoria Regional de Saúde e Defesa Civil. Na reunião com o promotor de justiça Cristiano Ledur, as autoridades buscaram soluções definitivas para o crime ambiental.

Uma das possibilidades levantadas foi a parceria de empresas com projetos de reciclagem para o reaproveitamento dos pneus. Durante a reunião, o prefeito de Ernestina, Odir João Boehm, contatou representantes de uma empresa de São Paulo, que manifestou interesse em recolher os pneus. “Estamos conversando com a empresa e esperamos que a negociação seja concluída nas próximas horas com uma boa notícia: a correta destinação dos pneus”, relata Boehm.

Para que seja possível intervir no local, é preciso que haja uma liminar da justiça. Logo após a reunião, o Executivo de Ernestina protocolou no Fórum um pedido de interdição da área, para que os pneus possam ser removidos. A expectativa é que a liminar seja expedida ainda hoje. Somente a partir da obtenção da liminar é que será possível aplicar um plano de ação em busca da retirada dos pneus do local e destinação correta.

A intenção é que a remoção dos pneus comece já nos próximos dias. A proposta é que a empresa fique responsável pela busca dos pneus no local, logística e correta destinação dos pneus em projetos sustentáveis. O município se prontificou a auxiliar no carregamento dos pneus. “Mesmo com equipe reduzida e poucos maquinários, estamos dispostos a colaborar para encontrarmos uma solução para esse problema ambiental. Provavelmente precisaremos do apoio de parceiros, pois não temos servidores nem maquinários suficientes para a remoção em poucos dias de mais de 30 mil pneus”, declara o prefeito Boehm.

A parceria de uma empresa de reciclagem é a primeira saída estudada pelas autoridades. Outra possibilidade sugerida em caráter emergencial durante a reunião foi a abertura de valas com a colocação de lonas impermeáveis para comportar os pneus, valas posteriormente cobertas. Esse projeto ainda necessitaria, no entanto, do parecer técnico de engenheiros ambientais e da aprovação da FEPAM.

Desde 2009 existe uma ação civil pública da promotoria e em 2012 saiu a sentença determinando que o proprietário da área tome providências para regularizar a situação. Agora, a força tarefa espera que o caso seja solucionado. A área possui cerca de 2 hectares.

Negativo para o Aedes aegypti
Das 300 amostras de larvas coletadas na manhã de sábado (13) no depósito irregular na localidade de Esquina Penz, todas deram negativo para o mosquito Aedes aegypti. Quatro das amostras foram positivadas para o mosquito Aedes albopictus, transmissor da febre chikungunya.

(Fabricio Carvalho – Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Ernestina)

Postado em 16 fevereiro 2016 10:03 por jeacontece
15.292.411/0001-75

NOTÍCIAS RELACIONADAS


Desenvolvido com 💜 por Life is a Loop