Ernestina é o 63º gaúcho com maior índice de desenvolvimento socioeconômico

O município de Ernestina está entre os municípios da região mais bem colocados no Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal (IFDM) 2015, divulgado em dezembro de 2015, com base em dados de 2013. O índice monitora anualmente o desenvolvimento socioeconômico dos mais de 5 mil municípios brasileiros em três eixos, Educação, Saúde, e Emprego e Renda.

Ernestina aparece com índice de 0.8041, considerado como Alto Desenvolvimento, a melhor qualificação nas categorias disponíveis, o que o coloca na 63ª colocação entre os gaúchos e a 389ª posição entre todos os municípios avaliados. O topo do ranking nacional é ocupado pela cidade de Extrema, Minas Gerais, com 0.9050; no Estado, Lajeado, com 0.8813, está na primeira colocação.

Através de uma metodologia construída desde 2008, o índice é elaborado com base em estatísticas públicas oficiais disponibilizadas pelos ministérios do Trabalho, Educação e Saúde. O IFDM permite acompanhar a evolução do município e possibilita que a população monitore o andamento dos índices individualmente, uma ferramenta de avaliação dos trabalhos desenvolvidos pelas políticas públicas do Executivo municipal.

Para o prefeito de Ernestina, Odir João Boehm, o avanço no índice – o IFDM referente a 2012 foi de 0,7621 e o relacionado a 2013 é de 0.8041 – se deve a seriedade e responsabilidade com que a administração municipal conduz os trabalhos à frente do Executivo. “O índice de 2015, com base em dados de 2013, é o mais alto em Ernestina desde 2005, que são os dados disponibilizados pelo Sistema Firjan. Isso demonstra nosso compromisso em melhorar os serviços para a comunidade. E esses três eixos, Saúde, Educação, e Emprego e Renda são fundamentais para a qualidade de vida das pessoas. Seguiremos trabalhando para que possamos melhorar e avançar ainda mais”, afirma o chefe do Executivo de Ernestina.

O Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal 2015 leva em conta números de 2013. Ele pode ser acessado através do portal www.firjan.com.br/ifdm. O IFDM é mais uma ferramenta da população para a avaliação dos governos municipais. O índice varia de 0 (mínimo) a 1 ponto (máximo) para classificar o nível de cada localidade em quatro categorias: baixo (de 0 a 0,4), regular (0,4 a 0,6), moderado (de 0,6 a 0,8) e alto (0,8 a 1) desenvolvimento. Quanto mais próximo de 1, maior o desenvolvimento do município.

(Fabricio Carvalho – Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Ernestina)

Compartilhe: