Endividamento das famílias fica estável em novembro, aponta CNC

O percentual de famílias Brasileiras com dívidas chegou a 59% em novembro, apresentando ligeira queda na comparação com outubro, quando foi de 59,2%. O dado faz parte da Pesquisa Nacional de Endividamento e Inadimplência do Consumidor, divulgada no dia 28 pela Confederação Nacional do Comércio (CNC). Em novembro do ano passado, o índice foi o mesmo — 59%.

As dívidas pesquisadas são referentes a cheques pré-datados, cartão de crédito, cheque especial, carnê de loja, empréstimo pessoal e prestação de carro ou de seguro. A pesquisa demonstrou também que houve um pequeno aumento no número de famílias com dívidas ou contas em atraso, que foi de 20,5% em outubro e 21% em novembro. Em novembro de 2011, o percentual era de 20%.

Já as famílias pesquisadas que disseram não ter condições de pagar as dívidas foi de 6,8% em novembro, comparado a 7% em outubro e a 7,3% em novembro de 2011. O percentual de famílias que se declararam muito endividadas passou de 11,7% em outubro para 12,1% em novembro, registrando alta de 0,4 ponto percentual. O índice, porém é bem menor se comparado com novembro de 2011, quando atingiu 16%.

Agência Brasil

Compartilhe: