Emater/RS-Ascar recebe mais de oito mil pedidos de Proagro para trigo

Com 50% da safra de trigo já colhida no Rio Grande do Sul, começa a aumentar o número de pedidos de Proagro por parte dos triticultores. Até o dia 5 de novembro, segundo a Gerência Técnica da Emater/RS-Ascar, foram recebidas 8.110 comunicações solicitando acesso ao seguro agrícola, número que tende a aumentar, uma vez que não estão computadas as regiões administrativas da instituição de Pelotas e Santa Maria.

Conforme o Informativo Conjuntural divulgado pela Emater/RS-Ascar na quinta-feira (06/11), as produtividades das lavouras de trigo, assim como a qualidade do grão, continuam oscilando bastante em função dos problemas enfrentados pela cultura ao longo do ciclo, principalmente com o excesso de umidade. Muitos produtores estão tentando acelerar o processo de colheita das áreas semeadas com trigo para se dedicar com mais tranquilidade ao cultivo da soja.

Além dos problemas relacionados à qualidade dos grãos, os triticultores têm que enfrentar os baixos preços praticados no mercado. Atualmente, a saca de 60 kg de trigo está cotada em R$ 25,27, valor bem abaixo da média dos últimos cinco anos para o mês de novembro (R$ 30,57) e ainda menor se comparado com o preço de um ano atrás (R$ 40,38).
Foto: Vanessa Almeida Moraes

(Júlio Fiori – Assessoria de Imprensa da Emater/RS-Ascar)

Compartilhe: