Eleitores de quatro municípios gaúchos podem voltar às urnas em 2013 para escolher prefeito

O maior município com chance de nova eleição é Novo Hamburgo. O prefeito Tarcísio Zimmermann, do PT, fez mais de 50% dos votos válidos. Ele concorreu à reeleição com registro indeferido e com recurso no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Se não conseguir reverter as decisões anteriores, os votos ficam anulados e o presidente da Câmara de Vereadores assumirá a prefeitura em 2013 até nova eleição.

Os eleitores poderão voltar às urnas ainda em São João do Polêsine, na região Central; Tucunduva, no Noroeste, e Sobradinho, no Vale do Rio Pardo. Os candidatos que concorreram com registro indeferido, esperando julgamento de recurso em Brasília, fizeram mais da metade dos votos válidos nestas cidades. Se não forem validos no TSE, as eleições ficam anuladas.

Em Itaqui, o resultado da eleição também depende da Justiça Eleitoral. No aguardo de julgamento, Jarbas Martini (PP) foi o mais votado, mas não superou os 50%. Se não conseguir o registro, assume o segundo colocado, o atual prefeito Gil Marques Filho (PDT).

Os julgamentos destes casos terão prioridade no TSE e devem ocorrer até dezembro. Se ocorrer nova eleição, os candidatos que causaram a anulação anterior podem pedir registro de candidatura.

Em outras nove cidades, candidatos sem registro foram derrotados nas urnas. No total, 14 candidatos a prefeito e 70 a vereador receberam votos que só serão validados se conseguirem vitória no TSE. Na apuração, eles aparecem com votos zerados. Veja a lista no site do TRE-RS.

Numa situação diferente dos municípios citados acima, Erechim também pode ter nova eleição. O prefeito Paulo Alfredo Polis (PT) fez mais de 60% dos votos válidos. Ele concorreu com o registro cassado pela Justiça Eleitoral na primeira instância. O candidato recorre ao TRE e ainda terá a chance de ir a Brasília.

Em Pelotas, eleitores vão às urnas no dia 28 de outubro para o segundo turno, disputado por Eduardo Leite (PSDB) e Fernando Marroni (PT).

Candidatos que só podem ser prefeitos se conseguirem registro no TSE:
Novo Hamburgo – Tarcísio Zimmermann (PT)
São João do Polêsine – Valserine Gassen (PMDB)
Tucunduva – Lauri Botega (PMDB)
Sobradinho – Jorge Pohlmmann (PP)
Itaqui – Jarbas Martini (PP)

Clicrbs

Compartilhe: