É possível… – DIÁLOGO ESPÍRITA

Em 56 dias no cargo um novo presidente tomou as seguintes decisões:

 Suprimiu 100% dos carros oficiais e mandou que fossem leiloados; os rendimentos destinam-se ao Fundo da Previdência.

 Aos órgãos estaduais que dependem do governo central comunicou a abolição do “carro da empresa”. 345 milhões de euros foram salvos imediatamente e transferidos para criar 175 Institutos de Pesquisa Científica avançada de alta Tecnologia, assumindo o emprego de 2.560 desempregados jovens cientistas para aumentar a competitividade e produtividade da nação.

 Aboliu o conceito de paraíso fiscal (definido “socialmente imoral”), criando uma taxa de emergência de aumento de 75% em impostos para todas as famílias que ganham mais de 5 milhões de euros/ano. Com esse dinheiro, contratou 59.870 diplomados desempregados, dos quais 6.900 a partir de 01/07/2012 e depois outros 12.500 em 01 de setembro, como professores na educação púbica,

 Privou a Igreja de subsídios estatais no valor de 2,3 milhões de euros que financiavam exclusivas escolas privadas e pôs em marcha com este dinheiro um plano para a construção de 4.500 creches e 3.700 escolas primárias.
 Aboliu todos os subsídios do governo para revistas, fundações e editoras, substituindo-os por comissões de “empreendedores estatais”.
Estas são algumas das medidas adotadas.

E o resultado foi surpreendente:

O spread com títulos caiu, por magia. A inflação não aumentou. A competitividade da produtividade nacional aumentou no mês de junho, pela primeira vez em três anos.

Estas atitudes vão afetar outros líderes?

Há esperanças de um mundo melhor?

As boas notícias devem ser mais divulgadas?

Sociedade Espírita Raios de Luz

Compartilhe: