Doação de órgãos: Número de transplantes aumenta quase 13% no Brasil

O número de transplantes feitos no Brasil aumentou quase 13 por cento no primeiro semestre deste ano em relação ao mesmo período do ano passado. Dados do Ministério da Saúde mostram que foram realizados mais de 12 mil transplantes nos primeiros seis meses deste ano contra pouco menos de 11 mil de janeiro a junho do ano passado. O transplante de pulmão aumentou 100 por cento e o de coração 29 por cento comparado com os seis primeiros meses de 2011. Paraná, Acre, Espírito Santo, Rio Grande do Norte, São Paulo e o Distrito Federal conseguiram fazer todos os transplantes de córnea do primeiro semestre. A quantidade de doadores de órgãos também aumentou: 22 por cento a mais. O novo balanço foi apresentado pelo ministro da Saúde, Alexandre Padilha, nesta quinta-feira, Dia Nacional de Doação de Órgãos e Tecidos.

“Nós estamos absolutamente convencidos que o que pode fazer com que esse crescimento de doadores de órgãos seja sustentável, e é necessário que o Brasil continue crescendo cada vez mais o ato de doação de órgãos, está diretamente vinculado ao sentimento e à confiança que o conjunto da população brasileira passa a ter sobre o seu sistema nacional público de transplantes. São caminhos que tem que necessariamente caminhar juntos.”

Acre, Amazonas, Pará e Pernambuco, além do Distrito Federal, foram os estados em que o número de transplantes mais aumentou. O ator e diretor Duda Ribeiro recebeu um fígado há um ano e oito meses depois de um câncer. Sempre que pode ele fala da experiência e estimula população a doar órgãos.

“Eu hoje, sou eu e mais alguém e esse alguém faz parte da minha vida. Então, essa consciência não pode acontecer a partir de uma tragédia. Ela tem que ser pensada agora. Hoje quando eu posso eu espalho essa notícia, muita gente é, tento o máximo possível como sou ator trabalhar e seguir minha vida normalmente para que as pessoas compreendam que um ato como esse em um momento de dor tão grande pode salvar outras pessoas, então pode fazer você voltar a trabalhar e ter uma vida normal.”

Agora, o Ministério da Saúde vai estimular a capacitação e o fortalecimento da rede brasileira de transplantes. Este ano foram adotadas diversas medidas na área de transplantes no Brasil. Uma delas foi a parceria com o Facebook, em que o usuário da rede social no Brasil se declara doador de órgãos. Somente no primeiro mês após o lançamento da parceria entre o Ministério da Saúde e o Facebook, mais de 80 mil pessoas se declararam doadoras.

Compartilhe: