Dilma cancela viagem aos EUA

A presidente Dilma Rousseff decidiu cancelar a visita que faria aos Estados Unidos em outubro de 2013, em sinal de descontentamento com as revelações de que o governo americano espionou as comunicações dela, de empresas como a Petrobras e de cidadãos brasileiros, antecipou ontem (17/09/13) a imprensa brasileira. O anúncio oficial saiu logo depois.

Irritada com as matérias sobre a espionagem americana, Dilma exigiu explicações do governo dos Estados Unidos. Ao que tudo indica, uma reunião com o presidente Barack Obama durante o encontro do G20 na Rússia e um telefonema de 20 minutos com o colega não foram suficientes para convencê-la a manter a viagem.

Segundo o jornal O Globo, Dilma não ficou satisfeita com as explicações apresentadas pelos norte-americanos. O jornal O Estado de S. Paulo afirma que a posição do Brasil está sendo informada aos Estados Unidos e a forma do comunicado será construída entre os dois países. “Os norte-americanos também vão anunciar uma decisão por Washington”, escreve o site do diário paulista.

A visita de Rousseff a Washington, prevista para o dia 23 de outubro, incluía um jantar de gala na Casa Branca, a única recepção do gênero programada este ano pelo casal Obama. A recepção iria sublinhar a melhora nas relações entre os países e simbolicamente reconhecer a ascensão do Brasil à condição de potência regional.

(Deutsche Welle)

Compartilhe: