Diálogo Espírita – CIÊNCIA MÉDICA

A revista “Proceedings of the National Academy of Sciences” publicou um estudo realizado pela Universidade de John Hopkins onde esclarece uma possível ação bioquímica na relação entre a mente e o corpo.

A pesquisa comprova que a mesma proteína já conhecida por atuar na saúde mental como antidepressivo, melhora a memória e o aprendizado, nutrindo os vasos sanguíneos e estimulando o crescimento das células nervosas.

Destaca, também, o papel central em manter a vitalidade do músculo cardíaco.

A descoberta tem a possibilidade de estabelecer novos tratamentos de algumas formas de insuficiência cardíaca, um distúrbio que afeta quase seis milhões de americanos e mais de 23 milhões de pessoas no Planeta.

Vale lembrar o filósofo romano Juvenal da antiguidade com sua sábia frase: “mente sã, corpo são”.

Quando nos afundamos no stress, na depressão, na angústia, na insegurança, na dúvida, no medo, no desespero, na ansiedade, estamos na contramão da vida, provocando uma mente desequilibrada.

Desenvolver a humildade é fundamental para o equilíbrio mental, o que não quer dizer estar subjugado sobre a vontade do semelhante, muito ao contrário, é estar seguro de si, ter consciência do seu próprio valor e não entrar em atrito e discussão somente porque alguém tem uma ideia diferente da tua.

(Sociedade Espírita Raios de Luz de Tapera)

Compartilhe: