Cultura do trigo no município

TAPERA – Com uma área de 4.000 hectares cultivados nesta safra, a cultura do trigo encontra-se no estádio de desenvolvimento vegetativo na maioria das áreas cultivadas com o grão no município de Tapera.

Os rendimentos obtidos nos últimos anos tem servido de estímulo aos produtores, os quais tem usado tecnologia de produção que permite a obtenção de bons resultados, não só em termos produtivos mas também em termos de rentabilidade.

Uma das áreas que sempre é cultivada com a tecnologia recomendada, ou seja, uso de sementes recomendadas, adubação de manutenção e cobertura equilibradas e aplicadas nos momentos adequados e controle de doenças conforme recomendação técnica, é a lavoura do produtor Luciano Ebbing, na Linha Teutônia.

Com uma área de 25 hectares cultivados com a variedade Quartzo, o produtor anualmente destina um terço de sua área para o cultivo da cultura. Até o presente momento, considera muito bom o desenvolvimento da lavoura, sendo que as práticas de manejo que está utilizando nesta fase visam garantir o potencial produtivo da lavoura. Nas últimas safras a média de produtividade obtida pelo produtor superou 3.000 kg/ha de grãos.

O escritório da EMATER Tapera recomenda que os produtores redobrem a atenção quanto ao aparecimento de doenças, visto que as condições de clima no momento (altas temperaturas com umidade relativa do ar alta) favorecem o aparecimento de doenças na cultura.

(Emater Tapera)

Compartilhe: