CTGs podem se beneficiar com recursos da Lei Aldir Blanc

Uma live na página do Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG) foi marcada para a noite desta segunda-feira (20), a fim de discutir sobre a distribuição de recursos da Lei Aldir Blanc, que vai dividir R$ 85 milhões entre os 497 municípios do estado para socorrer o setor cultural.

Outros R$ 72 milhões serão destinados ao Governo do Estado. O MTG trabalhou junto a deputados para que o projeto fosse aprovado.

Na live, integrantes do Conselho dos Dirigentes Municipais de Cultura, da Federação dos Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs) e a presidente do movimento Gilda Galeazzi apresentam esclarecimentos de como as entidades filiadas e trabalhadores ligados a cultura gaúcha podem reivindicar os recursos.

Pessoas físicas poderão ser beneficiadas com até três parcelas do auxílio emergencial, de R$ 600,00 cada. Aos espaços culturais, como CTGs, serão liberados entre R$ 3 mil e R$ 10 mil. A live desta segunda-feira terá a participação do prefeito de Canguçu Vinícius Pegoraro, onde já foi lançado o edital. Ele vai explicar os critérios adotados.

A ideia é que as entidades tradicionalistas se mobilizem em suas cidades e busquem informações nas prefeituras para acessar os valores.

Rádio Planalto
Foto: Mochila Cultural

Compartilhe: