CRUZ ALTA – Rondonistas da Unicruz iniciam atividades em Minas Gerais

A Universidade de Cruz Alta participa mais uma vez das ações nacionais do Projeto Rondon. A Operação Catopê ocorre no norte de Minas Gerais, região com os menores Índices de Desenvolvimento Humano do estado. A equipe da Unicruz, composta por dois professores e sete alunos, partiu de Cruz Alta no sábado (19). Em Montes Claros (MG), os rondonistas foram recebidos pelos militares do 55º Batalhão de Infantaria, unidade do Exército Brasileiro que presta apoio às atividades da Operação. Além da equipe da Unicruz, outras 25 universidades de diversos estados brasileiros participam da Operação Catopê.

O deslocamento para o município de Capitão Enéas ocorreu na segunda-feira (21). Durante 12 dias, a equipe da Universidade de Cruz Alta desenvolverá ações nas áreas de saúde, educação, cultura, direitos humanos e justiça, enquanto a Escola de Engenharia de São Carlos (EESC-USP) desenvolverá atividades nas áreas de comunicação, meio ambiente, trabalho, tecnologia e produção.

A equipe da Unicruz é formada pelos professores Diego Eduardo Dill e Fabiana Haag, pelos acadêmicos do curso de Enfermagem João Guilherme Chaves Parizotto, Graziani Zanardo e Natana da Rosa, acadêmicas do curso de Biomedicina Amanda Spring e Luana Junges, acadêmica do curso de Direito Gabriele Marques e pela acadêmica do curso de Pedagogia Rubia Rigotti.

Texto: Diego Dill, professor do curso de Jornalismo da Unicruz e rondonista

(Núcleo Integrado de Comunicação da Unicruz)

 

Compartilhe: