CRUZ ALTA – Programa Primeira Infância Melhor atende 478 famílias no município

Criado no ano de 2003, e transformado em lei estadual em junho de 2006, o Primeira Infância Melhor é uma iniciativa equivalente de ação socioeducativa voltado a famílias com crianças de zero até seis anos e gestantes em situação de vulnerabilidade social. Fundamenta-se no desenvolvimento pleno das capacidades físicas, intelectuais, sociais e emocionais do ser humano.

O objetivo do programa é orientar as famílias, a partir de sua cultura e experiências, para que promovam o desenvolvimento integral de suas crianças. O Programa Primeira Infância Melhor (PIM), foi habilitado no município de Cruz Alta no ano de 2006 e atende atualmente 478 famílias, sendo 459 crianças e 47 gestantes, abrangendo assim 36 Bairros do Município.

O PIM orienta as famílias para que promovam o desenvolvimento integral das crianças, desde a gestação até os 6 anos de idade. O foco é o desenvolvimento de quatro dimensões do crescimento infantil: coordenação motora, linguagem, socioafetiva e cognitiva.

Em Cruz Alta a equipe é formada por 30 visitadores, 04 monitores e 02 digitadores, sendo estruturado da seguinte forma: Grupo Técnico Estadual (GTE) – Rosângela Furian Campos, Grupo Técnico Municipal (GTM) – Enfermeira Coordenadora Mara Silveira, Assistente Social Elisabete Martins e a Pedagoga Juliane dos Anjos. Fazem parte do Grupo Técnico Municipal as Secretarias Municipais de Saúde, Desenvolvimento Social e Educação. Os visitadores são capacitados para o desenvolvimento da função, através de formações continuadas, de acordo com a necessidade.

A Secretária Municipal de Saúde, Daniela Zardin Hernandez destaca o trabalho realizado pelos visitadores do PIM. “O Programa Primeira Infância Melhor (PIM) atende no município mais de 478 famílias, uma importante ferramenta no auxílio e orientação as famílias, contribuindo para o desenvolvimento motor, linguagem, socioafetivo e cognitivo das crianças atendidas pelo Programa. O trabalho realizado periodicamente pela equipe de visitadores, monitores e digitadores são fundamentais para o sucesso desse programa, contribuindo para o desenvolvimento das crianças e suas famílias, auxiliando o desenvolvimento cognitivo e a redução do índice de mortalidade infantil no município”, destacou a secretária.

O Programa Primeira Infância Melhor (PIM) integra a política de governo do Estado do Rio Grande do Sul, sob a coordenação da Secretaria da Saúde e apoio das Secretarias da Educação, Cultura, Trabalho e Desenvolvimento Social. Desenvolvido desde 2003, tornou-se Lei Estadual n.º12.544 em 03 de julho de 2006.

(Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Cruz Alta)

Compartilhe: