CRUZ ALTA – Professor da Unicruz realiza viagem precursora à Operação Tocantins, do Projeto Rondon

O professor Malcon Martinez-Pereira está em Nova Rosalândia desde o dia 15 de outubro para reconhecimento da viagem para a próxima operação nacional do Projeto Rondon, prevista para acontecer em janeiro de 2017. A viagem tem o objetivo de que os professores e coordenadores de cada instituição possam visitar antecipadamente os municípios onde desenvolverão seus trabalhos permitindo dialogar com as lideranças locais, representantes de diferentes áreas, que apontarão as principais demandas da comunidade. Este levantamento norteará as ações que serão desenvolvidas por acadêmicos e professores junto à população.

Na Operação Tocantins, a Unicruz irá desenvolver ações referentes ao Conjunto A, que inclui: Cultura, Direitos Humanos e Justiça, Educação e Saúde. As atividades são realizadas em cooperação com a Universidade do Vale do Paraíba, representada pelo professor Alberto Resende Monteiro. Após a recepção e reuniões informativas com a coordenação nacional do Projeto Rondon e com a secretária estadual de Educação do Tocantins, prof. Wanessa Sechim, os professores partiram do 22º Batalhão de Infantaria de Palmas em direção à Nova Rosalândia, onde foram recepcionados pelo prefeito Enoque Portilio Cardoso e por Adilton Alves Pereira, secretário de Planejamento e contato da Prefeitura com o Projeto Rondon. Na oportunidade foram reforçados os laços de cooperação entre o Município e as IES para o perfeito andamento da operação.

Na manhã do dia 19 de outubro foi realizada, no plenário da Câmara de Vereadores de Nova Rosalândia, a apresentação do Projeto Rondon e das ações a serem desenvolvidas durante a Operação Tocantins entre os dias 22 de janeiro e 03 de fevereiro de 2017. Estiveram presentes o prefeito atual, bem como o prefeito eleito, Dr. Ladir, seu vice, Adão, e secretárias da Educação, Saúde e Assistência Social, equipes gestoras de escolas e professores, presidente da Câmara de Vereadores de mandato atual e eleitos para próxima legislação, líderes religiosos, presidentes de associações comercial e industrial e de assentamentos e membros da comunidade rosalense.

(Núcleo Integrado de Comunicação da Unicruz)

Compartilhe: