CRUZ ALTA – Novembro Azul tem foco no servidor público

Iniciativa é inédita no município

Ressaltar a importância da Saúde do Homem, através da prevenção é uma das linhas de atuação da Secretaria de Saúde de Cruz Alta que desenvolve há exato um ano, o Programa de Saúde do Homem. O programa visa, entre outros, a orientação e o atendimento nas Estratégias de Saúde da Família, em horário diferenciado, à noite, para homens que trabalham durante o dia. Essa prática é adotada a cada 15 dias, porém há ESFs que, devido a demanda, têm realizado esse atendimento semanalmente. Este programa em Cruz Alta tem por objetivo tratar a saúde dos homens integralmente com equipes multiprofissionais de saúde no terceiro turno de atendimento que acontece nas ESFs e nas Unidades Básicas Central e Boa Parada com apoio do Nasf, trabalhando na prevenção, com grupos de combate ao tabagismo, ao alcoolismo, em rodas de conversa prevenindo e palestras.

A Campanha Novembro Azul de Cruz Alta, neste ano, terá como foco principal o homem servidor público. Para desenvolver a campanha a Secretaria de Saúde, através da coordenação da Saúde do Homem, montou um cronograma de atividades para atingir todos os 660 homens que atuam nos setores públicos municipais, inclusive Cidusa e Câmara de Vereadores. As atividades serão realizadas pelas 14 Estratégias de Saúde da Família existentes no município que ficaram designadas a atuar em cada secretaria do município, desenvolvendo ações como palestras, dinâmicas e coleta de sangue para exames de PSA (para os homens com idade acima de 40 anos), HGT, sinais vitais e testes rápidos de HIV, Sífilis e Hepatite e, ainda, encaminhamento, se necessário.

Para a secretária de Saúde Daniela Hernandez, a campanha tem sido referência na missão de orientar a população masculina a cuidar melhor da saúde e procurar o médico com mais frequência, com o objetivo de prevenir certas doenças ou detectar precocemente. Os homens são mais resistentes à ideia de ir regularmente ao médico e, por isso, acabam descobrindo a doença em estágio já avançado. “Essa ideia de se trabalhar com o servidor público municipal é inovadora em Cruz Alta e possibilita a oportunidade do homem ter acesso ao cuidado com sua saúde. No nosso Programa de Saúde do Homem cuidamos da saúde integral, visando estimular o auto-cuidado, e principalmente o reconhecimento de que a saúde é um direito social básico”, enfatiza a secretária, Daniela Hernandez. Segundo a coordenadora da Saúde do Homem, a enfermeira Léia Martini, desde que foi iniciado o programa Saúde do Homem no município, foram detectados, além do câncer de Próstata, outros cânceres que acometem o sexo masculino, como de testículo e de pênis, também aumentou o diagnóstico de doenças cardiovasculares, de hipertensão e diabetes.

O Programa propõe o cuidado que envolve entre outros, prevenção às doenças cardiovasculares, hipertensão arterial, infarto do miocárdio, câncer de boca, de pele, diabetes e Acidente Vascular Cerebral (AVC).

Cronograma
Os servidores públicos da Secretaria de Planejamento da Prefeitura de Cruz Alta foram os primeiros a receber as atividades do Novembro Azul realizadas pelos profissionais da ESF Vila Nova, na manhã desta quinta-feira. Para o funcionário público, o arquiteto Danilo Pombo Dockhorn, o que chamou mais sua atenção foram os vídeos explicativos exibidos durante a atividade. “Achei bem interessante essa iniciativa inédita da Secretaria de Saúde, porque nós homens, nos preocupamos mais com a nossa atividade profissional e acabamos deixando a saúde de lado, só procurando atendimento quando estamos realmente doentes. Por isso foi uma ótima oportunidade a que tivemos hoje”, ressalta o servidor que comemorou o fato dos exames feitos, durante a ação, ter tido diagnóstico normal.
21/11 (sexta-feira): Secretaria de Esportes (8h30min) – ESF Vila Nova
25/11 (terça-feira): Secretaria de Mobilidade Urbana e Guarda Municipal (8h) – ESF Progresso e Abegay
25/11 (terça-feira): Secretaria da Fazenda (8h30min) – ESF Vila Nova
26/11 (quarta-feira): Secretaria de Desenvolvimento Rural (8h) – ESF Santa Teresinha
27/11 (quinta-feira): Parque de Máquinas (8h) – ESF Toríbio Verissimo, São José e Alvorada
27/11 (quinta-feira): Secretaria de Educação (na UAB às 14h) – ESF Brum
27/11 (quinta-feira): Cidusa (na ACI às 8h) – ESF São Genaro
20/11 (sexta-feira): Secretaria de Obras e Parque de Máquinas (8h) – ESF Toríbio Verissimo, São José e Alvorada
28/11 (sexta-feira): Secretaria de Saúde – ESF Primavera
28/11 (sexta-feira): Câmara de Vereadores (9h) – ESF DNER
28/11 (sexta-feira): Secretaria de Desenvolvimento Social e Primeira Dama, (8h) – ESF Santa Rita
As Secretarias de Administração, Cultura, Habitação, setor de Compras, Gabinete, Projur e Imprensa, terá a data definida na próxima semana.

O Câncer de Próstata
O câncer de próstata é o câncer mais frequente do sexo masculino. Estatísticas apontam que a cada seis homens, um é portador da doença. A estimativa é de que, em 2014, 69 mil novos casos sejam diagnosticados, ou seja, a descoberta de um caso a cada 7,6 minutos.
A próstata é uma glândula do aparelho reprodutor masculino, que pesa cerca de 20 gramas, de forma e tamanho semelhantes a uma castanha. Ela localiza-se abaixo da bexiga e sua principal função, juntamente com as vesículas seminais, é produzir o esperma.
Segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca), o câncer de próstata é o sexto tipo mais comum de câncer no Brasil.
– A estimativa do Instituto Nacional do Câncer (Inca) para o câncer de próstata em 2014 é de 68.800 novos casos, ou seja, a descoberta de um caso a cada 7,6 minutos.
– Número de mortes em 2011: 13.129, ou seja, um óbito a cada 40 minutos.
– No Brasil, o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens (atrás apenas do câncer de pele não-melanoma).
– Em valores absolutos é o sexto tipo mais comum no mundo e o mais prevalente em homens, representando cerca de 10% do total de cânceres.

Exames que detectam a doença
A recomendação da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU) é que homens a partir de 50 anos procurem seu urologista para discutir a prática e a realização da avaliação. Aqueles com maior risco da doença (história familiar, raça negra) devem procurar o urologista a partir dos 45 anos. Os exames consistem na dosagem sérica do PSA e no exame digital retal, complementares para o diagnóstico, com periodicidade anual.

Por que não posso só fazer o exame de sangue?
Porque cerca de 10 a 20% dos casos não são detectados pela dosagem de PSA no sangue. O exame de toque e o PSA são complementares.

Fatores de risco para o câncer de próstata
• Idade (cerca de 62% dos casos são de homens a partir dos 65 anos)
• Histórico familiar
• Raça (maior incidência entre os negros)
• Alimentação inadequada, à base de gordura animal e deficiente em frutas, verduras, legumes e grãos
• Sedentarismo
• Obesidade

– É possível prevenir?
Evitar a doença, não. Mas é possível diagnosticá-la precocemente, quando as chances de cura são de cerca de 90%.

Sintomas?
Na fase inicial, quando as chances de cura são maiores, não há qualquer sintoma. Por isso a importância dos exames. Na fase avançada, quando a cura é mais difícil, o paciente pode sentir: vontade de urinar com urgência, dificuldade para urinar e levantar várias vezes à noite para ir ao banheiro, dor óssea, queda do estado geral, insuficiência renal, dores fortes.

Opções de tratamento?
De acordo com a fase do tumor e as características do paciente, o médico poderá definir quais as melhores formas de tratamento. Nos estágios iniciais da doença (tumores localizados e localmente avançados) a prostatectomia radical é o tratamento padrão. Consiste em uma cirurgia para retirada da próstata e apresenta altos índices de cura.

(Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Cruz Alta)

Compartilhe: