CRUZ ALTA – HSVP participa do maior estudo em Terapia Intensiva da América Latina

No último dia 30, o coordenador da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital São Vicente de Paulo (HSVP) de Cruz Alta, médico Professor Doutor Paulo Ricardo Viecili e o enfermeiro Luiz Fernando Cavalli representaram o HSVP na participação do Estudo Checklist – ICU Trial, realizado na cidade de São Paulo.

Segundo Dr. Viecili este é o primeiro grande estudo multicêntrico brasileiro e maior da América Latina, que tem a finalidade de reduzir a mortalidade e os custos hospitalares em Terapia Intensiva.

Sob a coordenação do IEP – Hcor, ICEP do Hospital Samaritano de São Paulo e Instituto D’OR de Pesquisa e Ensino (IDOR), com apoio do Ministério da Saúde, ANVISA, Associação de Medicina Intensiva Brasileira (AMIB) e Instituto Latino Americano para Estudos da Sepse, o estudo avaliará o efeito da aplicação de diversas ferramentas assistenciais em UTI com o objetivo de melhorar a assistência aos pacientes, redução de custos e principalmente a redução das mortalidades, agravos e sequelas nos pacientes em estado crítico.

Das milhares de UTIs inscritas de todo o Brasil, somente 160 foram selecionadas para participar do estudo, entre elas, a Unidade do HSVP. Para os critérios de seleção, pesou a favor da UTI-HSVP, o fato de ser uma UTI regional inscrita na Central de Leitos do Estado – RS, ter atendimento multiprofissional específico através de enfermeiros, fisioterapeutas, psicólogos, médicos, e nutricionistas, bem como, presta atendimento a pacientes graves de diversas áreas, como politraumatizados, neurológicos, oncológicos, nefrológicos, cardiopatas, entre outros, além da qualificação acadêmica do professor doutor Paulo Ricardo Viecili e seu envolvimento em pesquisas e projetos voltados à saúde, fazendo parte dos médicos pesquisadores inscritos no Conselho Nacional de Ensino e Pesquisa-CnPQ-Lattes. Vale ressaltar que a UTI-HSVP é a única da região do Alto Jacuí que possui um coordenador intensivista com titulo de médico intensivista pela AMIB e devidamente registrado no Conselho Regional de Medicina.

O estudo terá duração de um ano e meio, no entanto, as ferramentas assistenciais servirão para o uso contínuo da UTI.

“Dessa maneira, a UTI-HSVP estará em sintonia contínua com as principais UTIs do Brasil e do mundo acadêmico, trazendo para Cruz Alta e região o que tem de mais moderno no que se refere ao tratamento intensivo de doentes graves em Unidades de Terapia Intensiva. Com isso ganham os pacientes, o HSVP, Cruz Alta e Região”, enfatiza Dr. Viecili.

(Assessoria de Comunicação do Hospital São Vicente de Paulo de Cruz Alta)

Compartilhe: