Cotrijal debate desafios e tendências do cooperativismo com o associado

NÃO ME TOQUE – A Cotrijal inicia nesta terça-feira (04) a sua rodada anual de reuniões do Projeto Participação em Família. Até o dia 09 de outubro, a direção da cooperativa vai se reunir com os associados dos 52 núcleos para discutir os desafios e as tendências do cooperativismo, as diretrizes da Cotrijal frente ao atual momento do agronegócio e o papel do associado para o fortalecimento da organização. O debate do assunto iniciou no Seminário de Líderes de Núcleo da cooperativa, realizado em junho deste ano.

As reuniões terão a participação do presidente da Cotrijal, Nei César Mânica, que fará análise do momento atual da agricultura, apontando o que a cooperativa vem fazendo para avançar e melhorar seus resultados e o papel do associado nesse contexto. Segundo ele, trabalhando juntos, associados e colaboradores construíram uma cooperativa forte, mas que precisa estar atenta ao mercado para se manter competitiva. “Vamos discutir o que podemos fazer, como cooperativa e produtor, frente aos desafios que se apresentam, para melhorar ainda mais nosso desempenho e fortalecer a organização e o quadro social”, afirma.

Durante as reuniões será apresentado um vídeo com a participação de dois dos mais importantes representantes do cooperativismo gaúcho e brasileiro, palestrantes do Seminário de Líderes de Núcleo. Os presidentes do Sicredi, Ademar Schardong, e do Sistema Ocergs-Sescoop/RS, Vergílio Perius, vão levar ao quadro social da Cotrijal a mensagem de que é preciso estar preparado para enfrentar os desafios do mercado e de que cooperativa e produtor precisam se manter unidos para vencer esses desafios.

O gerente da Unidade de Desenvolvimento Cooperativista da Cotrijal (Decoop), Enio Schroeder, responsável pela organização do projeto, ressalta a importância da participação de todas as famílias nas reuniões, para que as informações possam ser difundidas a todo o quadro social. “Para que possamos ter uma discussão rica, que realmente contribua para fortalecer nossa organização, precisamos que toda a família participe das reuniões – homens, mulheres e jovens; esse é o verdadeiro espírito cooperativista que se espera do nosso associado”, destaca.

Ainda durante as reuniões serão eleitos os novos líderes de núcleo, com mandato de três anos. Todos os encontros serão encerrados com galeto com massa. Os convites devem ser retirados junto aos líderes de núcleo ou com a gerência da unidade.

(Assessoria de Imprensa – Cotrijal)

Compartilhe: