Cooperativas de crédito asseguram o desenvolvimento econômico e social

Mais do que uma associação de pessoas, as cooperativas de crédito são agentes que promovem o desenvolvimento econômico e social. Para comemorar o Dia Internacional do Cooperativismo de Crédito, 18 de outubro, associados do Sicredi relembram momentos de sua trajetória alicerçados no cooperativismo de crédito. Mais de cinco mil quilômetros foram percorridos para mostrar exemplos de gente que coopera para construir um mundo melhor com o apoio de suas cooperativas.

Em cada história de vida, fica evidente a importância da instituição financeira cooperativa para o fortalecimento da economia, para a democratização do crédito e desconcentração de renda. Em todo mundo, mais de 196 milhões de associados são beneficiados com as conquistas do setor, que fomenta o desenvolvimento econômico e social em 100 países.

Firmando-se no mercado como um sistema inclusivo, participativo e democrático, o cooperativismo de crédito no Brasil agrega 5,8 milhões de associados e 1.312 cooperativas de crédito. Para isso, o modelo está alinhado aos pressupostos de crescimento sustentado, no qual a organização das pessoas é a base do seu desenvolvimento. Dessa maneira, as cooperativas incentivam o empreendedorismo, criam oportunidades de negócio, promovem crescimento de sua atividade, a educação e o fortalecimento de cada região em que estão presentes. Os resultados gerados pelas instituições são repassados diretamente aos associados, que são os donos do negócio e participam da gestão do empreendimento.

Entre os valores que asseguram a consolidação do modelo, destaque para a ajuda mútua, a solidariedade, a cooperação, e princípios que incluem a adesão livre e gestão democrática. Outros pontos fortes que contribuem para o fortalecimento do setor consistem na participação econômica dos membros, autonomia e independência; educação, formação e informação; intercooperação e interesse pela comunidade. As cooperativas asseguram a manutenção de empregos nas comunidades e a oferta de produtos e serviços adequados às necessidades locais.

Neste contexto, o Sicredi consolidou sua atuação, contando atualmente com 113 cooperativas, mais de 2,1 milhões de associados, 1.193 pontos de atendimento distribuídos em mais de 905 municípios brasileiros de dez estados, somando R$ 30,7 bilhões de ativos e mais de 14 mil colaboradores. A previsão é de que o crescimento da instituição seja de 28% ao ano. Até 2015, a meta é alcançar 3,5 milhões de associados.

Números do cooperativismo de crédito:


(Assessoria de Imprensa – Sicredi Rota das Terras)

Compartilhe: