Comunidade reclama do mau cheiro

TAPERA – Nesta semana, recebemos uma ligação da Associação de Moradores do Bairro Pró-morar, pedindo que nossa reportagem fosse até lá para ver duas situações que parte daquela comunidade vive há alguns anos. Os problemas do Pró-morar são um córrego e o entupimento de um poço de esgoto que causam grande transtorno a seus moradores.

Conforme a mulher, atrás da Praça Guajuviras, corre um córrego que exala mau cheiro por toda a região, devido ao esgoto que é lançado nele. Além disso, o mesmo é um criatório de insetos devido ao acúmulo de lixo existente nele.

Já o Poço de Visita (PV), como é chamado pela Corsan, localizado na lavoura que fica abaixo da Escola Presidente Costa e Silva, está entupido e jogando para fora um líquido preto e mal cheiroso. “As crianças, quando não estão na aula, vão brincar naquele lugar e comer frutas no matinho, mas com o mau cheiro e o líquido que corre a céu aberto é impossível ir lá. O mau cheiro do córrego e do Poço de Visita chega aqui na minha casa”, disse uma mulher.

A Associação pede pela canalização do referido córrego e o desentupimento do esgoto.

A canalização do córrego é de competência da Prefeitura e o desentupimento do Poço de Visita da Corsan. Entramos em contato com a Corsan e fomos informados de que está vindo um caminhão de Santo Ângelo, apropriado para a execução do trabalho.

Há alguns meses a nossa reportagem esteve no mesmo PV, com uma equipe da Corsan, que estava igualmente entupido, e dele foi tirado o corpo de um cachorro.

08h40min – Conforme informações da Corsan, o escritório de Santa Rosa, que possui caminhão apropriado para a execução do trabalho, foi chamado e o mesmo está se deslocando para Tapera. No início da tarde começará o trabalho de esgotamento do Poço de Visita (PV) do Bairro Pró-morar.

Compartilhe: