COLORADO – Paróquia São João Batista

Programa Religioso

Dia 22/11(Sábado) – Das 08;30 horas às16 horas Avaliação Arquidiocesana de Pastoral em PF.
– às 19 horas Missa na Igreja Matriz.
– às 20;30 horas Missa na Vista Alegre
Dia 23/11(Domingo) – às 08 horas Inicio da procissão, saindo da Igreja Matriz, até a Capela de Arroio das Almas, onde haverá Missa e festa em honra à Nsra da Saúde.
– às 09 horas Missa na Igreja Matriz.
– às 10;30 horas Missa Festiva na Gruta Nsra da Saúde em Arroio das Almas.
Dia 25/11(3ª feira) – às 19 horas Reunião das equipes de liturgia da Matriz, no salão.
Dia 26/11(4ª feira) – às 07 horas(manhã) Missa na Igreja Matriz.
Dia 27/11(5ª feira) – às 19 horas Missa de Ação de Graças, na Igreja Matriz.
Dia 29/11(Sábado) – às 19 horas Missa na Igreja Matriz.
– às 20;30 horas Abertura do Natal Luz do Município em frente à Prefeitura Municipal.
Dia 30/11(Domingo) – às 09 horas Missa na Igreja Matriz.

AVISOS E CONVITES

1)    1ª Eucaristia na Vila Padre Osmari: Será no próximo dia 06 de dezembro, às 20 horas, na capela. A data foi adiada por motivo da abertura da Ação Natal, no próximo dia 29, e os neo-comungantes fazem parte do coral do município. Agradecemos a compreensão dos pais, bem como a ajuda dos catequistas em atender os catequizandos, em prepará-los melhor para a devida celebração. Recordamos aos pais de que devem estar em dia para com a paróquia.

2)    Dízimo Paroquial: A prática religiosa de pagar o dízimo é muito antiga. Abraão (1.800 a. C.), após conquistar o território para seu povo, ofereceu ao “Deus Altíssimo que criou o céu e a terra ( … ) a décima parte de tudo.” (Gn 14, 19-20). Anos mais tarde, Jacó, confiando na proteção de Deus, prometeu dar a décima parte de tudo. (cfr. Gn 28,20-22). Tempos depois, o apóstolo Paulo, ao escrever para os cristãos convertidos ao judaísmo, recorda este dever, pois “Abraão deu a décima parte de tudo, ( … ) e devem cobrar o dízimo do povo” (Hb 7, 2-5) E também o próprio Cristo lembra esta prática: “Vocês pagam o dízimo da hortelã, da erva doce e do cominho ( … ), mas é preciso praticar a justiça, a misericórdia e a fidelidade” (Mt 23,23). O dízimo – décima parte – era um agradeci¬mento a Deus pelo dom da vida e por tudo quanto na sua bondade, nos concede.

3)    Reunião das Equipes de Liturgia: Acontecerá no próximo 25(3ª feira), às 19 horas, tendo como local o salão ao lado da Igreja Matriz. Pede-se a presença de todos, uma vez de que vamos tratar das celebrações e festividades do Natal e final do ano, bem como de sempre o estudo de formação litúrgica.

4)    Missa de Ação de Graças: Estará acontecendo na próxima 5ª feira(dia 27), tendo como local a Igreja Matriz, às 19 horas. Nesta data a igreja presta uma homenagem de agradecimento a Deus pelo Dom da Eucaristia. Sendo por isso, um mês antes do Natal e na 4ª, 5ª feira, recordando o dia da instituição da Eucaristia. Neste dia agradece a Deus por tudo, por isso, Ação de Graças. Venha e participe conosco!

5)    Galeto com Massa na Paróquia: Acontecerá no próximo dia 06 de dezembro, no salão de festas. Será servido a partir das 11;30 horas para levar para casa. Os cartões estão à disposição dos interessados com a diretoria e na secretaria paroquial. O custo dos mesmos é de R$ 18,00. Quem quiser fazer doações de ovos farinha, e outros condimentos, será benvindo. Todos estão convidados para participar.

6)    11ª Procissão de Nsra da Saúde: Será neste domingo(dia 23), com inicio às 08 horas saindo da Igreja Matriz, até a Capela de Arroio das Almas, onde haverá Missa e festa em honra à Nsra da Saúde. A programação é a seguinte: 07 horas alvorada festiva; às 10;30 horas Missa na Gruta(caso chova será na Capela), logo após benção; às 12 horas churrasco e serviço de copa e cozinha; à tarde jogos e diversões populares. Pela presença de todos a comunidade agradece!

7)    Visita às Capelas: Lembramos às comunidades de que no mês de novembro, por motivo de colheitas e plantio de novas semeaduras, as visitas foram somente as dos finados, ficando as próximas visitas para o mês de dezembro, sendo as mesmas em preparação ao Santo Natal. Por isso, lembramos às famílias e grupos de que devem se prepararem, através do material disponível nas comunidades. Obs: O Natal verdadeiro deve ser preparado para tal, caso contrário será do papai noel, do consumismo…

FESTA DE CRISTO REI
“Quando fizestes isso a um dos menores dos meus irmãos, foi a mim…” (Mt 25, 31-46).
Neste final de semana, celebramos a festa de Cristo Rei, onde prestamos homenagens a louvores ao nosso Rei Eterno, uma vez, de que Ele é permanente: Ontem, Hoje e Sempre. É um rei diferente dos demais, que já deixaram seus tronos, pois morreram. O nosso Rei morreu (porque foi morto pela covardia do ser humano), mas ressuscitou, não permanecendo na morte. Diante disso, vemos que Jesus – o Rei – não pergunta sobre o cumprimento das leis de ritual e de pureza, tão caras aos doutores da lei e fariseus, mas sobre a prática da justiça do Reino, diante do sofrimen¬to de tanta gente – famintos, sedentos, migrantes, esfarra¬pados, doentes e presos. A prática de solidariedade com os oprimidos é a única prova de uma verdadeira fé em Jesus, e do seguimento fiel d’Ele.
Esse texto não pode deixar de nos questionar, vivendo como estamos em uma sociedade cada vez mais excludente. Rei do Universo, mas Ele se torna rei da nossa vida somente na medida em que fazemos essa opção real pelos oprimidos, e vivenciamos “a justiça do Reino do Céu”. Em um mundo que nos apresenta tantas outras opções “régias”. Será que a utopia do Reino de Deus, o seguimento de Jesus até a Cruz, a prática da Justiça do Reino são os elementos que norteiam as nossas práticas, individuais e comunitárias? A proposta d’Ele para a sociedade não é a confirmação de uma estrutura piramidal, conforme os modelos históricos, mas a sua mudança radical para que o mundo seja regido por princípios de solidariedade e justiça, de partilha e fraternidade. Jesus será o nosso rei na medida em que vivermos esses valores da ver¬dadeira Shalom, que inclui a paz, a não violência, a partilha e a justiça.
Estamos longe de um mundo onde Jesus Cristo seja realmente o Rei – regido pe¬los valores que Jesus encarnou na sua pessoa, projeto, ensinamento e opções, e que nós herdamos como discípulos/as d’Ele. E, somente  poderemos nos aproximar dele com gestos que Ele mesmo ensinou, praticados em favor de mais vida, em nossos irmãos excluídos… Dai-nos força Senhor e sejais nosso Rei! Amém.

(Padre Osório Serrão – Pároco)

Compartilhe: