COLORADO – Paróquia São João Batista

Programa Religioso

Dia 08/11(Sábado) – às 19 horas Missa na Igreja Matriz.
Dia 09/11(Domingo) – às 09 horas Missa na Matriz, logo após batizados.
Dia 12/11(4ª feira) – às 07 horas(manhã) Missa na Igreja Matriz.
Dia 14/11(6ª feira) – às 19;30 horas Missa na Vila Padre Osmari.
Dia 15/11(Sábado) – às 19 horas Missa na Igreja Matriz.
Dia 16/11(Domingo) – às 09 horas Missa na Matriz.

AVISOS E CONVITES

1)    Batizados na Igreja Matriz: Será neste domingo(dia 09), logo após a Missa das 09 horas. Os pais e padrinhos devem ser sócios atualizados para com a paróquia.

2)    1ª Eucaristia na Vila Padre Osmari: Será no próximo dia 06 de dezembro, às 20 horas, na capela. A data foi adiada por motivo da abertura da Ação Natal, no próximo dia 29, e os neo-comungantes fazem parte do coral do município. Agradecemos a compreensão dos pais, bem como a ajuda dos catequistas em atender os catequizandos, em prepará-los melhor para a devida celebração. Recordamos aos pais de que devem estar em dia para com a paróquia.

3)    Dízimo é Amor a Deus e aos irmãos: Os fariseus ouviram dizer que Jesus tinha feito os fariseus se calarem. Então eles se reuniram em grupo, e um deles perguntou a Jesus para o tentar: “Mestre, qual é o maior mandamento da Lei?” Jesus respondeu: “ Ame ao Senhor teu Deus com todo o teu coração, com toda a sua alma, e com todo o teu entendimento. Esse é o maior e o primeiro mandamento. O segundo é semelhante a esse: Ame ao seu próximo como a si mesmo. Toda a Lei e os Profetas dependem desses dois mandamentos”.(Mt 22, 34-40).

4)    Materiais e Preparação ao Natal: Recordamos a todas às comunidades de que o Natal se aproxima, e que o mesmo deve ser preparado. Por isso, pedimos àquelas comunidades que ainda não retiraram o seu material, de que devem retirar na secretaria paroquial, a fim de realizarem os encontros de grupos de famílias. E durante o mês de dezembro, nas visitas faremos a celebração penitencial.

O HOMEM QUE SABIA REZAR
Certo dia, o diabo deu um giro pelo mundo, que¬ria ver como os homens rezavam. Foi rápido o seu passeio de investigação, por¬que a maioria já se desacostumara a rezar, a relacionar-se com Deus. E os poucos… que ainda rezavam faziam-no tão mal que arran¬cavam bocejos.
Já regressando para casa, viu um camponês que ges¬ticulava furiosamente, em seu pequeno roçado. Curioso… intrigado… o demônio escondeu-se atrás de um arbusto. E ficou observando.
O camponês brigava com Deus, aos gritos, fazendo censuras, dizendo injúrias, soltando afrontas. O demônio esfregava as mãos, de contente.
De súbito, alguém surgiu na estrada, apavorado com a cena do camponês gritando com Deus. Lá veio o ser¬mão:
– Bom dia, meu filho. Que modos são estes? Você não sabe, por acaso, que é pecado insultar a bondade do Criador? Curioso e es¬tranho, esse seu modo de comunicar-se com nosso Pai!
A resposta brotou de imediato, muito simples e despojada:
Claro. Se brigo com Deus, é porque creio Nele. Se o censuro, é porque Lhe quero bem. Se grito, é porque sei que Ele me escuta.
– Deve estar delirando – repetiu consigo mesmo o que passava, enquanto se afastava.
O demônio, por sua vez, ficou muito alarmado e se ar¬rancou, feito um foguete.
Descobrira um homem que sabia rezar.

(Padre Osório Serrão – Pároco)

Compartilhe: