Coleta Seletiva depende da consciência de cada um

TAPERA – Tanto a São Judas Ambiental como a Prefeitura estão empenhadas e determinadas a fazer com que a coleta seletiva de lixo funcione efetivamente a partir da consciência de que trata-se de uma necessidade premente em favor do bem-estar de todos.

Na manhã desta quinta-feira (22), o prefeito Ireneu Orth convocou reunião para estabelecer providências e estratégias com vistas a encaminhar solução para os problemas que estão, em parte, inviabilizando a coleta seletiva em nossa cidade. Participaram do encontro, a secretária do Desenvolvimento Délcia Maldaner, secretário da Fazenda e Planejamento Ivan Moesch, diretora de Meio Ambiente Paula Rizzi, responsável pelas Licitações Marli Cerutti, Fiscal Municipal Alexandre Kronbauer e o representante da São Judas Ambiental empresa responsável pela coleta do lixo em Tapera.

No encontro de mais de uma hora ficou definido que a partir de agora a empresa responsável pela coleta fará a comunicação das possíveis irregularidades aos órgãos da Prefeitura, que por sua vez, acionará a fiscalização visando à orientação e possível notificação dos infratores.

O prefeito determinou, igualmente, que o departamento de Meio Ambiente e secretaria de Educação realizem uma ampla campanha de orientação e conscientização tendo como público alvo os alunos das escolas municipais para que eles sejam os propagadores junto aos pais para que o cronograma da coleta seletiva seja observado na sua totalidade.

Da mesma forma, a orientação é para as reclamações dos usuários do sistema sejam feitas diretamente na Prefeitura e não mais aos responsáveis pela coleta. Neste caso, igualmente, os órgãos da Prefeitura tomarão as providências para a equalização do problema posto.

(Assessoria de Imprensa – Prefeitura de Tapera)

Compartilhe: