Cientistas criam a rede de fibra óptica

Cientistas americanos e holandeses se uniram para quebrar um recorde, criando a rede de fibra óptica mais rápida da história, alcançando a velocidade de 255 terabits por segundo para transferência de dados, 2,5 mil vezes mais rápida que a rede comercial mais veloz do mundo. Para colocar em perspectiva, nesta velocidade, seria possível transferir 1 TB em apenas 31 milissegundos.

A velocidade incrível, similar a todo o tráfego de internet durante um momento de pico, foi alcançada graças à fibra multinúcleo, em comparação com os cabos utilizados em toda a estrutura da internet mundial, que consistem em fibras monomodo.

Resumindo, a fibra monomodo pode carregar apenas um modo de luz, ou apenas um laser, enquanto a fibra multinúcleos permitem uma operação de multimodos, o que até agora era proibitivo do ponto de vista técnico e financeiro, mas os pesquisadores da Univesidade de Tecnologia de Eindhoven e da Universidade da Flórida Central parecem ter conseguido derrubar a barreira.

Para chegar a este ponto, foi utilizada uma fibra de vidro com sete núcleos individuais posicionados como um hexágono e conseguiram chegar a 5.1 terabits por canal, e depois, com um procedimento de multiplexação por divisão de comprimento de onda, conseguiram extrair mais 50 canais que geraram a velocidade total. O experimento aconteceu com um cabo de 1 quilômetro de extensão.

O ExtremeTech nota que os cabos multimodo certamente substituirão a fibra monomodo nos backbones da internet, mas por enquanto isso é inviável financeiramente: são milhões de quilômetros de cabos para serem trocados, e a tecnologia ainda é caríssima. No entanto, quando isso acontecer, é possível que vejamos um salto drástico na capacidade de transmissões de dados da rede global.

(ExtremeTech)

Compartilhe: