Catarinense Teori Zavascki é indicado para o STF

A presidenta Dilma Rousseff indicou ontem (10) o ministro do STJ Teori Albino Zavascki para ocupar uma vaga no Supremo Tribunal Federal. A informação foi confirmada pelo Palácio do Planalto.

Professor de Direito, Teori Zavascki tem 64 anos (nasceu em 15.8.1948) e é considerado um nome técnico no STJ. Ele assumirá a cadeira deixada por Cesar Peluzo, que se aposentou no início de setembro. Antes, o novo ministro passará por uma sabatina no Senado.

É filho de Severino Zavascki, descendente de polacos, e Pia Maria Fontana, descendente de italianos. É irmão do jornalista Olyr Zavaschi (falecido em junho de 2011), que integrou o jornal Zero Hora.

Catarinense, nascido na cidade de Faxinal dos Guedes, Teori fez sua carreira jurídica no RS. Aprovado em concurso público para ingresso na magistratura federal, em setembro de 1979, desistiu e não tomou posse.

É ligado ao governador Tarso Genro (PT), que fez questão de declarar a “paternidade” da indicação em seu perfil no Twitter. “Defendi sua indicação para o ministro José Eduardo Cardozo e formalizei para a presidenta nossa defesa do ministro Zavaschi”, escreveu.

Ele foi desembargador do TRF da 4ª Região – ocupando vaga do quinto constitucional (Advocacia) – de 1989 até 2003, quando chegou ao STJ nomeado pelo ex-presidente Lula. Com carreira direcionada ao Direito Tributário, trabalhou no Banco Central e em várias instituições financeiras.

Zavascki é o terceiro ministro indicado por Dilma ao STF e o oitavo indicado por um governo petista em seus dez anos na Presidência.

O ex-presidente Lula indicou os ministros José Dias Toffoli, Carmen Lúcia, Joaquim Barbosa, Carlos Ayres Britto e Ricardo Lewandowski.

As atividades advocatícias de Teori

• Advocacia desde 1971 (incluído o período de estagiário), estabelecido com escritório profissional em Porto Alegre;

• Advogado do Banco Central do Brasil (autarquia federal), onde assumiu em 14/12/1976, após aprovação em concurso público, permanecendo até março de 1989;

• Coordenador dos Serviços Jurídicos do Banco Central do Brasil para o Estado do RS de 29/10/1979 a 6/4/1986;

• Superintendente jurídico do Banco Meridional do Brasil S.A. (na época, sociedade de economia mista), no período de 7/4/1986 até 30/3/1989;

• Membro da 4ª Comissão de Ética e Disciplina da OAB – RS.

Espaço Vital

Compartilhe: