Cassação em Ibirubá: Decisão judicial foi recebida com serenidade

Na tarde de segunda-feira (12), a comunidade ibirubense foi surpreendida com decisão judicial, de primeiro grau, proferida pelo juiz Ralph Moraes Langang, Juiz Eleitoral da 121ª Zona Eleitoral, na qual cassou o mandato do prefeito Carlos Jandrey e do seu vice Rogério Rebelato, eleitos em outubro, por abuso do poder econômico no pagamento de horas extras a funcionários da Secretaria de Obras.

Em entrevista à Rádio Ibirubá, na manhã desta terça-feira (13), o prefeito afirmou que recebeu com surpresa a decisão do magistrado, porém com tranqüilidade. Segundo ele, a coligação Frentão, pela qual ele e Rogério foram eleitos com vantagem de mais de 1.300 votos, tem um prazo de três dias para entrar com recurso em segundo grau, buscando reverter a decisão favorável em primeiro grau à Aliança por Ibirubá, autora da denúncia.

Sem entrar fundo no mérito da decisão do juiz, Jandrey destacou apenas que o Ministério Público local, em parecer, afastava a possibilidade de cassação. Chamou a atenção também, a alegação de que, na localidade de São Roque, onde o Carlos e Rogério venceram, porém, com menos votos que na eleição complementar de 2009, supostamente teriam sido realizados serviços através da Secretaria de Obras que, caracterizaria favorecimento e abuso de pagamento de horas extras à funcionários.

O advogado Diogo Bandarro Nogueira, que atuou na defesa da coligação Frentão, juntamente com outros profissionais, preparam o Recurso que deverá ser protocolado nas próximas horas e que deverá ser julgado em Porto Alegre, em data ainda não definida.

(Assessoria de Imprensa – Prefeitura de Ibirubá)

Compartilhe: