CARAZINHO – Bombeiros continuam buscas a taxista desaparecido

Trabalhos no Rio da Várzea se concentram cinco quilômetros abaixo do ponto inicial de buscas

O Corpo de Bombeiros Militar de Carazinho, continua as buscas no Rio da Várzea, ao corpo do taxista Fernando Schmitt, 41 anos, desaparecido desde domingo (19). Nesta sexta-feira (24), foram três bombeiros que continuaram nas buscas. Os militares percorrem o rio com uso de bote, a nado e andando as margens.

Caso o corpo não seja localizado nas próximas horas o trabalho com a equipe de mergulhadores deve retornar na próxima semana quando se espera que o volume de água já tenha diminuído, assim como a correnteza. Dado as chuvas da semana passada o rio continua cerca de três metros fora do leito. De acordo com o Sargento Castro, comandante do Corpo de Bombeiros Militar de Carazinho, no momento os trabalhos se concentram cinco quilômetros abaixo do ponto inicial de buscas.

Sobre a ponte do Rio da Várzea, na localidade de Santa Terezinha, marcas de sangue foram encontradas no domingo (19) e as primeiras inserções de mergulho se deram junto à estrutura da ponte. De acordo com a guarnição, em alguns pontos a profundidade do rio passa de 10 metros. A Polícia Civil continua os trabalhos de investigação e o terceiro suspeito de participação no crime de latrocínio contínua foragido.

Diário da Manhã

Compartilhe: