CARAZINHO – Aulas na rede municipal estão marcadas para começar em 8 de fevereiro

Trabalhos ocorrerão de forma híbrida, mas expectativa é que ao longo do ano e com disponibilização da vacina, seja possível aumentar o período de aulas presenciais

As aulas na rede municipal de ensino de Carazinho devem iniciar no dia 8 de fevereiro, mas com expectativa do ensino híbrido. Em 2020, os estudantes cumpriram atividade de forma remota, mas a secretaria Municipal de Educação de Carazinho planeja que os estudantes estejam nas escolas em alguns momentos. O formato do ensino chegou a gerar dúvidas, especialmente nos professores. Nesta segunda-feira (11), a secretária da Educação, Sandra Denise Bandeira Guerra, esclareceu que em uma semana os docentes estarão com 50% dos alunos em sala de aula e na outra com os outros 50%. E na semana que não estarão em sala de aula, os alunos terão atividades remotas para realizar.

A expectativa da secretária é que a partir da disponibilização da vacina, será possível avançar com as aulas presenciais até que a normalidade possa ser implementada.

“Alguns pais já nos informaram que enquanto não houver disponibilidade de vacina, não permitirão o retorno dos filhos às escolas. Estes estudantes terão a opção de continuar acompanhando as aulas domiciliares. 2021 ainda é uma incógnita para nós, mas temos uma grande expectativa que assim que houve vacina poderemos avançar e desenvolver os projetos que foram paralisados no ano passado”, disse Sandra, em recente entrevista.

A SMEC planeja colocar no ar o que batizou de “Portal do Aluno”, onde os familiares poderão acompanhar as presenças dos estudantes bem como suas notas. No espaço, os professores também poderão disponibilizar os diários de classe. Também existe projeto para implementar uma plataforma única de interação entre alunos e professores.

Diário da Manhã

Compartilhe: