Campos Borges contra o Aedes Aegypti, Zica e Chikungunya

Com a chegada da estação de chuvas e calor na maior parte do país, sempre aumentam as chances de ocorrer uma epidemia de doenças causas pelo mosquito Aedes Aegypti. Só o esforço coletivo pode conter o avanço.

O Ministério da Saúde determina que, a partir de dezembro de 2015 a maio de 2016, durante o período crítico de probabilidade de epidemia de doenças transmitidas pelo mosquito; a prioridade do trabalho do Agente Comunitário de Saúde (ACS) e Agente de Campo será auxiliar no combate ao mosquito. Assim, trabalhando na identificação de casos de pessoas sintomáticas; identificação e orientações para gestantes; identificação e eliminação de possíveis criadouros.

O Levantamento de Índices de Infestação por Aedes Aegypti conhecido como LIRAa, foi uma das ações em que as ACS contribuíram para a prevenção, orientação e eliminação de criadouros e focos do mosquito, realizada de 11 á 17 de janeiro de 2016, sendo que os quadras a serem vistoriadas foram sorteados pela 6ª Coordenadoria de Saúde, onde apesar de encontradas algumas larvas, após análise em laboratório especializado foram negativadas. Porém durante vistoria em alguns residências e terrenos baldios foram encontrados muito lixo e possíveis criadouros do mosquito.

O objetivo desta ação não é tão somente o combate aos focos do mosquito, mas também levar informação de qualidade à população, para que os moradores passem a ser multiplicadores das orientações de prevenção

O trabalho das equipes de saúde é importante, mas é preciso que haja o engajamento da sociedade no combate à doença. É fundamental que as pessoas colaborem e dediquem alguns minutos por semana na limpeza de seus terrenos e na eliminação de focos de água parada.

Contamos com a colaboração de toda a comunidade para que possamos vencer esse inimigo. Colabore permitindo que os Agentes Comunitários de Saúde (ACS) possam fazer a vistoria em sua residência.

(Prefeitura Municipal de Campos Borges)

Compartilhe: