Cálculos são usados para identificar origem de boatos online

Muito antes das redes sociais, os boatos corriam entre as pessoas sem que jamais fosse possível detectar sua origem. Esse fenômeno tomou proporções incontroláveis com o advento da internet, especialmente a partir do fortalecimento das redes sociais. Agora, porém, é possível utilizar soluções matemáticas para descobrir o início de um rumor online, explica uma reportagem do El País.

O cálculo se baseia no número de usuários que reproduziram a informação e aplica critérios como o tempo de recepção e a quantidade de pessoas vinculadas à fofoca, ordenando os dados por relevância, para encontrar sua origem. É possível descobrir como surgiu um apelido, por exemplo, a partir da análise de dados das primeiras ocorrências do nome entre um grupo de amigos.

O método utilizado pode ter ainda outras aplicações, garante seu criador, Pedro Pinto, do Laboratório de Comunicações Audiovisuais da Espanha. Sem explicar os detalhes, ele sugere que o algoritmo pode ser empregado para rastrear o surgimento de uma epidemia e até chegar ao núcleo de uma organização terrorista. Além dos rumores, informações importantes poderiam ser decifradas na rede com o uso desse cálculo.

Terra

Compartilhe: