Buracos não param em Tapera

Quando foi criada, Tapera foi construída sobre muita água. Hoje, em qualquer ponto do centro da cidade, não é preciso cavoucar muito para encontrar água. Por conta desse solo instável é proibido o tráfego de caminhões e ônibus no centro, porque além, de prejudicar o piso, danifica os prédios. Ontem, mais uma vez uma máquina da Prefeitura teve de ser chamada para abrir buraco para que a Corsan efetuasse conserto um uma tubulação que foi danificada, certamente pelo excesso de peso na Avenida XV de Novembro.

Compartilhe: